Em Goiânia, Palmeiras joga sob pressão contra o Goiás

Verdão precisa de uma vitória para começar a 'vencer a luta' para fugir da zona de rebaixamento do Brasileirão

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Pela primeira vez o técnico Dorival Junior começa uma rodada no comando do Palmeiras sob a pressão de ter o time dentro da zona de rebaixamento e sem a perspectiva de que irá deixar as últimas posições sem depender de outros resultados. Nesse cenário de cobrança, o time enfrenta o Goiás, neste domingo, às 18h30, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro, com a dura missão de pontuar como visitante.

Jogar fora de casa tem sido um grande tormento para o Palmeiras neste Brasileirão. O time é um dos que mais têm derrotas no torneio (12) e mais da metade delas (7) aconteceu como visitante. Reagir longe dos próprios domínios é a chave para subir na tabela de classificação. “Precisamos conseguir jogar fora de casa da mesma forma que fazemos quando a partida é no Pacaembu. Contra o Atlético Paranaense, em Curitiba, entramos com um ritmo forte em campo. Temos que tentar repetir isso”, disse o atacante Diogo.

O Palmeiras não ganha fora de casa há oito jogos e, para piorar, tropeçou como mandante na última rodada, quando empatou com o Flamengo. O resultado custou ao time perder duas posições na tabela de classificação.

Apesar da situação complicada e da expectativa para evoluir, Dorival Junior ainda não se vê sob intensa pressão. “Estamos trabalhando para reverter o mais rápido possível. A qualquer momento as coisas vão voltar a acontecer. O Palmeiras está trabalhando da maneira correta”, disse.

A partida contra o Goiás antecede uma série decisiva para o Palmeiras se manter na Série A. A agenda do time inclui quatro compromissos seguidos contra adversários diretos contra a queda como Vitória, Figueirense, Chapecoense e Botafogo. Pela importância dessa sequência, a partida deste domingo é fundamental para garantir tranquilidade. “Se resgatarmos um pouco a confiança dos jogadores, é natural que coletivamente a equipe tenha crescimento na competição”, afirmou Dorival Junior.

O time vai manter o mesmo esquema tático utilizado desde a chegada do técnico - o 4-2-3-1. Porém, pela primeira vez o técnico vai escalar no setor de criação um meia de origem. O argentino Allione ganhou a vaga de Leandro e formará o trio de armadores junto com Diogo e Juninho.

O único mistério é quem vai ocupar o ataque. No último treino aberto para os jornalistas, Cristaldo ocupou a vaga de Henrique. A presença do argentino garante mais movimentação ao time e a possibilidade dos jogadores da linha ofensiva inverterem as posições para confundirem a marcação. Já a escalação de Henrique dá à equipe mais presença na área.

O treinador também promove o retorno do volante Josimar. Com as lesões de Eguren e Marcelo Oliveira, o jogador ganha nova chance após ter perdido espaço no grupo por uma expulsão tola contra o Atlético Paranaense, na estreia de Dorival Junior. Na defesa, o uruguaio Victorino volta de suspensão e vai formar a dupla com Lúcio. O goleiro Fábio chegou a treinar entre os titulares, mas Deola será mantido.

Leia tudo sobre: palmeirasgoias