Sou saudável e tô na moda

Quer saber quais as últimas tendências no gastrô saudável? Confira as dicas e atualize a sua geladeira

iG Minas Gerais | Lorena K. Martins |

Sucesso no Instagram, a tapioca é sempre curtida e compartilhada
Reprodução/Instagram
Sucesso no Instagram, a tapioca é sempre curtida e compartilhada

Não há como se esquivar do fato de a gastronomia (sim!) seguir tendências assim como a moda. Enquanto esperamos as novidades que irão ferver na próxima estação, o mundo das comidinhas vive se atualizando, principalmente dentro dessa temática fitness, que não se cansa nunca de se reinventar. 

No clima do modismo do “não contém glúten” que pauta as dietas, vivemos no momento em que a tapioca, que antes ficava só lá no Nordeste, virou o hype da vez. No Instagram, é a comida mais comentada, compartilhada e curtida, sem dúvida. “A moda da tapioca veio com essa febre de não comer glúten. Como quem se priva dele na alimentação tem poucas opções no cardápio, a tapioca, além de ter baixo teor calórico, é uma aliada nessa alimentação, pois tem uma massa fina, saborosa e possibilita uma infinidade de recheios”, explica Juliana Muradas, chef e proprietária do Deli Fresh Food, bistrô na Savassi que prima por alimentos frescos e saudáveis. “Acho que o queijo sempre precisa ser a base da tapioca. O cottage é uma boa opção, e aí se incluem coisas sadias como cogumelo paris, abobrinha italiana, tomate, rúcula... As possibilidades são infinitas”, indica.

Rosa é a cor da vez

Outro queridinho dos nutricionistas e da galera detox, o suco verde, que fez muito sucesso e durou mais do que o verão, parece ter seus dias contatos para a visita de uma cor mais vibrante. O suco da vez é o rosa, que nada mais é que um upgrade da versão verde, só que o ingrediente principal é a beterraba. “Ele é um ótimo antioxidante. A beterraba é rica em vitamina C, cheia de fibras que ajudam a fazer o intestino funcionar o intestino e evita aquele aspecto de inchaço”, explica a nutricionista Lucy Duarte, da pizzaria Parada do Cardoso, que incorporou a versão do suco como uma opção leve no cardápio da casa para acompanhar as refeições.

A maioria das receitas de suco rosa mistura apenas beterraba com a laranja, então vale ponto pra praticidade – diferentemente do suco verde, que inclui algumas folhas e vegetais frescos além das frutas.

Pipoca magra

Além de o suco ter mudado de cor e de a tapioca ter alcançado o status de mainstream, a pipoca resolveu também dar uma voltinha fora do cinema e ganhou sobrenome: fit. A guloseima tem virado hit entre moças vidradas na forma física devido a sua pobreza de calorias e riqueza de fibras.

De acordo com a nutricionista Pâmela Sarkis, uma xícara de pipoca substitui o lanche da tarde e tem em média 75 calorias, a mesma quantidade de uma fatia de pão. “A sugestão é trocar a gordura por um óleo de coco, que é ótimo termogênico, e fazer na panela antiaderente ou na própria pipoqueira. Outra dica é incrementar no sabor e usar o açafrão, que é uma fonte antioxidante, ou temperar também com ervas finas e orégano”, explica.

O próprio micro-ondas é um grande aliado na hora de se fazer em uma versão ainda mais light e sem gordura, como aconselha a nutricionista. “Uma xícara de milho, 1/4 de xícara de água e sal a gosto – pode ser um com baixo teor de sódio, como o sal do Himalaia. Coloca 4 minutos no micro, e pronto”, ensina.

Dicas anotadas, agora é a vez de colocá-las em prática na cozinha mais próxima. Preparadas?

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave