Promessa de orientação

iG Minas Gerais |

Mostrando o que os políticos são capazes de fazer para chegar ao poder, “Plano Alto” promete alertar o espectador antes de votar. Quem assistir vai ter a chance de identificar nos políticos da ficção diversas semelhanças com os da realidade.

No entanto, não será dado nome aos bois. No caso da personagem de Raquel, o público vai poder ver como funciona o matrimônio de um político. “Nesse tipo de casamento, a mulher se submete a algumas coisas, mas o homem também”, diz.

O papel da atriz mostra qual a importância de uma união estável e aparentemente feliz. “A separação faz cair o número de votos. Com medo de fracassar na política, ele vai ter de obedecer à esposa”, explica.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave