TSE alerta para riscos de e-mails falsos sobre cancelamento de título

A Justiça Eleitoral informa que não envia e-mails a eleitores para comunicar cancelamento de títulos eleitorais ou para convocar mesários

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A poucos dias do primeiro turno das eleições, alguns eleitores voltaram a receber e-mails alertando para o suposto cancelamento do título eleitoral, em decorrência de "irregularidades no Cadastro de Pessoa Física".

Entretanto, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) alerta: trata-se de uma mensagem falsa, já que nem a corte nem a maioria dos Tribunais Regionais Eleitorais enviam correspondências eletrônicas deste tipo.

"A Justiça Eleitoral informa que não envia e-mails a eleitores para comunicar cancelamento de títulos eleitorais ou para convocar mesários -com exceção do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio Grande do Sul (TRE/RS), que, mediante prévia e específica autorização do convocado, se utiliza desse tipo de correspondência para recrutar seus mesários", informou o TSE, em nota.

No mais recente e-mail em circulação, que tem como suposto destinatário o endereço eletrônico "info@tse.jus.br", a mensagem pede ao usuário que clique em um link - apontado como o endereço do "protocolo" sobre a ocorrência-, para regulamentar a situação eleitoral. Segundo o TSE, porém, o usuário não deve clicar na mensagem, que deve ser imediatamente apagada.

"O TSE ressalta que não autoriza qualquer outra instituição a enviar e-mails em seu nome. Mensagens dessa natureza devem ser apagadas, pois podem conter vírus de computador ou qualquer outro software malicioso", esclarece.

O golpe do envio de e-mails falsos a partir de endereços eletrônicos supostamente de origem do TSE ou de Tribunais Regionais é antigo, mas volta a acontecer praticamente a cada dois anos, em cada nova eleição. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave