Camponesa-Minas e Dentil-Praia Clube fazem jogo decisivo

Diferença técnica dos dois favoritos para os demais concorrentes fará com que o vencedor deste encontro termina fase de classificação na primeira posição

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Minas terá desafio complicado contra um Praia Clube cheio de alternativas
ORLANDO BENTO
Minas terá desafio complicado contra um Praia Clube cheio de alternativas

Depois dos primeiros jogos do Campeonato Mineiro feminino de vôlei terem mostrado grande disparidade técnica entre as adversárias, a manhã deste sábado reserva encontro entre as duas maiores potências do Estado. Camponesa-Minas e Dentil-Praia Clube irão medir forças, a partir das 11h, no ginásio do Riacho, em Contagem.

O jogo deve definir o primeiro colocado ao final da fase de classificação, já que vitórias contra os outros concorrentes, que estão longe do nível profissional, estão praticamente garantidas. O campeonato conta com cinco times, que jogam entre si durante um turno para definir as quatro classificadas para as semis. Conselheiro Lafaiete-Pedro II, AABB Comercial e Prefeitura de Itabirito completam o quadro dos times participantes. 

Apesar de ter encarado, até aqui, times de um nível técnico baixo, a concentração em cada duelo foi primordial para se preparar para o jogo mais importante. "Apesar da grande diferença técnica, jogamos com intensidade e isso serviu para ganharmos ritmo e estarmos bem preparado para este clássico. Inevitavelmente, este encontro vai definir o líder, que fará a final em casa. O Minas tem um time forte e acredito que teremos um ótimo jogo", destaca Ricardo Picinin, técnico do Praia,

Com um investimento mais alto e um elenco que está treinando há mais tempo, o Praia pode ser considerado o favorito não somente para o jogo, como para o Estadual. "Essa questão fica muito na teoria. Não podemos esquecer que o Minas montou um elenco experiente, com jogadoras com título olímpico no currículo. Esperamos levar a melhor neste duelo", analisa a levantadora Karine, do Praia.

Marco Queiroga, treinador do Minas, tentará armar um esquema para dificultar as coisas para o adversário. "Precisamos tirar a velocidade do jogo deles. O Praia já apresenta um bom nível de entrosamento, ate por ter feito mais jogos neste começo de temporada. O elenco deles possui mais peças de reposição, dando alternativas para diferentes situações", indica.

Sequência. As duas equipes terão que tentar deixar o desgaste de lado e partir para um confronto de tudo ou nada, que deve se repetir na decisão. Depois de jogar na quinta e sexta-feira, o Minas parte para o terceiro jogo em três dias.

O Praia também enfrenta uma sequência cansativa, com os quatro jogos da fase de classificação acontecendo em quatro dias seguidos. "Como os quatro outros times são da região metropolitana de BH, pra gente é melhor vir aqui e fazer todos os jogos de uma vez. O desgaste é controlado pelo nível das adversárias, com exceção do Minas. Então, temos a chance de rodar o elenco, dar oportunidade para todas as jogadoras e evitar um cansaço maior", mostra Picinin.

O treinador admitiu que o nível dos treinos é mais intenso do que os próprios jogos contra as equipes mais fracas.