Hamilton reage e desbanca Alonso em segundo treino livre

Já o líder do campeonato, o alemão Nico Rosberg da Mercedes não passou do 13º lugar; Massa terminou a primeira rodada de classificação em 17º

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Hamilton acredita em sucesso da Mercedes ao longo da temporada
Divulgação / Página Oficial
Hamilton acredita em sucesso da Mercedes ao longo da temporada

Superado no primeiro treino livre por Fernando Alonso, Lewis Hamilton deu o troco na segunda sessão desta sexta-feira e cravou o melhor tempo do dia na atividade noturna realizada no circuito de rua de Marina Bay, em preparação para o GP de Cingapura de Fórmula 1, no domingo. Sem conseguir tirar bom rendimento de sua Williams, Felipe Massa foi apenas o 17º, logo à frente do companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas.

Hamilton se destacou na segunda sessão ao marcar 1min47s490, quase um segundo e meio abaixo do melhor tempo do primeiro treino, registrado por Alonso (1min49s056). O espanhol, contudo, também melhorou sua marca, com 1min47s623, renovando as esperanças da Ferrari, depois da decepção no GP de Monza, na etapa passada, diante de sua torcida.

Para tanto, a equipe italiana também contou com bom desempenho de Kimi Raikkonen. O finlandês marcou o quarto tempo do dia (1min48s031), tirando vantagem da boa adaptação da Ferrari ao circuito de rua de Cingapura.

Raikkonen ficou atrás do australiano Daniel Ricciardo, que reagiu em comparação ao primeiro treino e superou o companheiro de Red Bull, Sebastian Vettel. Em quinto, o alemão não passou de 1min48s041, contra 1min47s790 de Ricciardo.

O dinamarquês Kevin Magnussen (1min48s358), o inglês Jenson Button (1min48s435), ambos da McLaren, o mexicano Sergio Perez (1min48s653), o alemão Nico Hülkenberg (1min48s751) e o russo Daniil Kvyat (1min48s770) completaram o Top 10.

Líder do campeonato, Nico Rosberg não passou do modesto 13º lugar, com o 1min49s075. Registrado logo no início da atividade, o tempo foi logo superado pelos rivais. Mas o alemão não conseguiu melhorar seu rendimento. Quando se preparava para voltar à pista, o treino foi paralisado por uma batida de Pastor Maldonado no muro. O venezuelano não se machucou, mas causou muitos danos a sua Lotus.

No caso da Williams, não foi o incidente o responsável pelo baixo rendimento no treino. Massa e Bottas não conseguiram se adaptar ao traçado, como já era previsto pela própria equipe, com base nas características do carro, e ficaram apenas em 17º e 18º.

Os carros voltam à pista de Cingapura a partir das 7 horas deste sábado (horário de Brasília) para o terceiro treino livre. A sessão que definirá o grid de largada está marcado para as 10 horas.

Leia tudo sobre: hamiltonalonsoformula 1gp de cingapura