Jô mantém tranquilidade e empenho diante do jejum de gols

Atacante do Atlético soma 20 partidas sem estufar as redes adversárias, mas mantém força de vontade em campo

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Jô está confiante em bom desempenho da equipe mesmo sem grande referência dentro de campo
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Jô está confiante em bom desempenho da equipe mesmo sem grande referência dentro de campo

O atacante Jô vive um momento complicado, longe do áureo tempo no qual foi o artilheiro do Atlético em importantes torneios, como a Copa Libertadores. Mesmo sem estufar as redes adversárias há 20 partidas, completadas nesta quinta na vitória por 3 a 2 contra o Goiás, o avançado diz estar tranquilo e ciente que vem ajudando a sua equipe no ataque, com muita movimentação, passes e forte marcação.

"Estou tranquilo, fazendo minha parte. O mais importante é o coletivo. Depois eu penso no individual. Jogar aqui é muito dificil, ainda bem que conseguimos vencer", disse Jô

"Não posso ficar triste, nem deixar de sorrir, pois estou ajudando a equipe de outra maneira. Estou correndo atrás, e uma hora Deus vai me abençoar de novo", completou o atacante.

Na sua batalha no ataque, Jô recebeu algumas duras divididas, mas continuou na briga pela bola, pelo seu time. O avante ressaltou a força de vontade de todos e deseja ver uma equipe mais ligada no segundo tempo, principalmente após construir uma vantagem tão boa como foi diante do Goiás.

"Acontece (duras faltas), é coisa do futebol. O mais importante é o empenho. Temos de aprender a não tomar sufoco no segundo tempo. Ainda bem que fizemos 3 a 0 no primeiro tempo", finalizou.

O Atlético agora vira seu foco para o clássico neste domingo. A partida contra o Cruzeiro tem início marcado para as 16h, no Mineirão, com mando do clube celeste.

Leia tudo sobre: atleticogalojojejum