Casal de professores é afastado depois de ser flagrado fazendo sexo

Um aluno, que já estava desconfiado do casal, deixou a câmera de celular ligada na mochila, no horário do intervalo

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Um professor com cerca de 50 anos e uma professora, de 30, foram afastados da escola Estadual Padre Antônio Jorge Lima, em Bauru, interior de São Paulo, depois que serem flagrados fazendo sexo, durante o intervalo, na sala de aula. A denúncia chegou até à Diretoria Regional de Ensino, que condenou o ato como inadmissível. Além disso, a Diretoria comunicou em nota que foi aberto um processo administrativo contra os docentes, que pode determinar a demissão deles.

Um aluno teria flagrado os professores, deixando a câmera de celular ligada na mochila, no horário do intervalo. O adolescente já estaria desconfiado do casal. O vídeo gravado foi visto pelos pais do estudante do segundo ano do ensino médio. Eles depois levaram o caso até a diretoria da escola. O casal lecionava para as turmas de ensino médio.

Outra denúncia

Na última segunda-feira (15), a mesma escola de Bauru esteve envolvida com outro caso polêmico. Os pais de uma menina de 11 anos foram até à polícia para registrarem um boletim de ocorrência contra seis alunos, entre 11 e 13 anos, que teriam abusado sexualmente dela no corredor da escola. Um dos acusados, de 11 anos, teria confirmado o crime. Mas, por ser menor de idade, ele não pode responder pela acusação, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave