Corinthians encara Chapecoense já de olho em clássico

Após a derrota para o Flamengo, o Timão se vê obrigado a vencer o time catarinense para chegar embalo diante do São Paulo, no domingo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Jogador preferiu não responder a questionamento sobre o que seria melhor:
Reprodução Facebook
Jogador preferiu não responder a questionamento sobre o que seria melhor: "defender a seleção ou jogar partidas importantes pelo clube"

O Corinthians tem dois jogos em casa em um curto espaço de tempo para mostrar que ainda está vivo no Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira, às 19h30, enfrenta a Chapecoense, no estádio Itaquerão, pela 22.ª rodada, e no domingo encara o São Paulo. Os resultados destes dois jogos poderão dizer se o time tem força para se manter no G4 e conseguir uma vaga na Copa Libertadores.

Depois da derrota para o Flamengo, o Corinthians está pressionado a reagir diante de um rival mais frágil. Seria uma maneira de chegar ao clássico de domingo embalado. “Vamos disputar seis pontos em nossa casa e três deles são contra uma equipe que disputa o título (São Paulo). Precisamos desses seis pontos porque ainda vamos enfrentar o Cruzeiro”, afirmou o volante Elias.

O cansaço pode ser um problema. O elenco e o técnico Mano Menezes agora têm reclamado de entrar em campo quinta à noite e, na sequência, no domingo à tarde. O tempo de recuperação é menor devido ao desgaste físico dos atletas. Isso já aconteceu na semana passada quando o time jogou contra o Atlético Mineiro na quinta e enfrentou o Flamengo no domingo. “Temos situações atípicas em duas semanas, jogaremos quinta e domingo e sempre contra adversários fortes. Isso influência”, afirmou Mano.

O Corinthians pode amenizar um pouco esse problema se fizer um bom jogo contra a Chapecoense e definir a partida no primeiro tempo. Seria possível evitar um desgaste natural na segunda etapa. Na semana passada, contra o Atlético, o time abriu 1 a 0, mas levou o resultado até o final do jogo. “Vamos ter superar isso (o desgaste) com determinação e vamos tentar vencer independente dessa situações desfavoráveis. Domingo, o São Paulo terá vantagem, estará mais descansado”, disse Elias.

Mano Menezes comandou um treino fechado nesta quarta e mais uma vez insistiu nas jogadas de bola parada, em especial em cobranças de escanteio. O que ficou claro nos últimos jogos, mesmo na vitória diante do Atlético, é que o time tem dificuldade de aproveitar as chances de gol.

O técnico deve insistir no esquema com dois meias armadores, embora o time tenha se mostrado mais perigoso quando atua com três atacantes. Mas a tendência é que ele comece o jogo desta quinta com dois homens de frente: Guerrero e Luciano.

O lateral-direito Fagner está fora porque recebeu o terceiro cartão amarelo. Ferrugem ganha vaga no time.

O zagueiro Anderson Martins, gripado, não participou dos dois últimos treinos com bola, mas não preocupa e deve jogar normalmente. No meio de campo, Lodeiro continua com a vaga de Petros, que cumpre suspensão pelo STJD.  

Leia tudo sobre: corinthianschapecoensecruzeirocampeonato brasileirog4