Aneel garante oferta de energia

Zanfelice havia alertado que há um descasamento entre o prazo para conversão em cota da energia gerada em usinas cuja concessão foi encerrada e a necessidade das distribuidoras

iG Minas Gerais |

SÃO PAULO E BRASÍLIA. O diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, disse nesta quarta que não prevê que a situação de exposição involuntária vivida pelas distribuidoras neste ano se repita em 2015. Diante da preocupação levantada na última terça-feira pelo presidente da CPFL Brasil Fábio Zanfelice de que as distribuidoras poderiam enfrentar problemas no primeiro semestre do ano, Pepitone afirmou que há mecanismos para contornar eventuais problemas de fornecimento de energia.  

“Temos o leilão A-1 e também os leilões de ajuste, para fazer com que as distribuidoras atinjam a exigência de contratação”, afirmou o diretor da Aneel após uma palestra realizada no Energy Summit 2014.

Zanfelice havia alertado que há um descasamento entre o prazo para conversão em cota da energia gerada em usinas cuja concessão foi encerrada e a necessidade das distribuidoras.

Haverá oferta de 4.000 MW médios de energia de usinas com concessão a vencer no próximo ano, mas apenas 1.800 MW médios entrarão no primeiro semestre. O montante restante entra apenas a partir de julho.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave