Figueirense e Criciúma empatam em duelo catarinense

Na tabela de classificação, os dois clubes de Santa Catarina seguem em suas lutas para fugir do rebaixamento

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

No futebol, às vezes, o resultado não reflete o que foi a partida. Mas o empate em 1 a 1 entre Figueirense e Criciúma, nesta quarta-feira, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi justo para o que os dois times apresentaram nos dois tempos de jogo. No primeiro, a equipe visitante atuou sem afobação e conseguiu um gol no final. Já no segundo, o clube mandante explorou a mudança tática do adversário para buscar o resultado diante de sua torcida.

Na tabela de classificação, os dois clubes de Santa Catarina seguem em suas lutas para fugir do rebaixamento à Série B de 2015. O Figueirense se encontra em situação melhor com 26 pontos. O Criciúma chegou aos 22.

O primeiro tempo começou enrolado, com o jogo muito preso no meio de campo. O Figueirense, embalado pela torcida, até ofereceu mais risco à defesa do Criciúma, mas com poucas chances reais de gol. A defesa e a troca de passe do time do interior catarinense funcionaram bem.

A agressividade tática começou a dar lugar para uma tensão entre os jogadores dos dois times. A situação esquentou mais ainda aos 29 minutos, quando Silvinho caiu na área após carrinho de Willian Cordeiro. O árbitro chegou a ficar em dúvida, consultou o assistente e marcou pênalti. Zé Carlos foi para a cobrança, mas a bola parou nas mãos do goleiro Tiago Volpi.

Antes do intervalo, quando o resultado se encaminhava para continuar em 0 a 0, João Vitor, do Criciúma, acertou um lançamento para Eduardo, que da linha de fundo cruzou para o meio da área. Silvinho, de carrinho, abriu o placar para o time visitante.

No retorno do intervalo, o técnico do Criciúma optou por tirar Silvinho e colocar no seu lugar o experiente meia Paulo Baier. A estratégia tirou o dinamismo do time, enquanto que o Figueirense voltou com mais gana. E isso foi recompensado, aos 17 minutos, em uma cobrança de escanteio em que o zagueiro Thiago Heleno conseguiu empatar com um gol de cabeça.

Admitindo o erro tático, até o final do jogo o Criciúma se fechou na defesa, evitando a alteração no placar com faltas duras e conquistando cartões amarelos.

FICHA TÉCNICA FIGUEIRENSE 1 x 1 CRICIÚMA GOLS - Silvinho, aos 45 minutos do primeiro tempo; Thiago Heleno aos 17 minutos do segundo tempo. CARTÕES AMARELOS - Thiago Heleno e Willian Cordeiro (Figueirense); Silvinho, Zé Carlos, Rodrigo Souza e Paulo Baier (Criciúma). ÁRBITRO - Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC). RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis. LOCAL - Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).

FIGUEIRENSE - Tiago Volpi; Leandro Silva, Marquinhos, Thiago Heleno e Cereceda (Willian Cordeiro); Paulo Roberto, França (Pablo), Giovanni Augusto e Marco Antônio; Clayton e Everaldo (Marcão). Técnico: Argel Fucks.

CRICIÚMA - Diego Bruno; Eduardo, Fábio Ferreira, Gualberto e Giovanni; Rodrigo Souza, Serginho, João Vitor e Cleber Santana; Silvinho (Paulo Baier) e Zé Carlos (Souza). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

 

Leia tudo sobre: figueirensecriciumaempatamduelocatarinense