Tardelli marca presença em jogo de Falcão e causa alvoroço

Poupado para o clássico de domingo, contra o Cruzeiro, atacante alvinegro não viajou com o time para jogo contra o Goiás

iG Minas Gerais | DÉBORA FERREIRA |

Tardelli e Maicosuel foram prestigiar o craque Falcão na Arena Minas
ORLANDO BENTO/ MTC DIVULGAÇÃO
Tardelli e Maicosuel foram prestigiar o craque Falcão na Arena Minas

As atenções da partida entre Tambasa-Minas e Brasil Kirin Futsal-SP estavam todas voltadas para a quadra. A presença do Falcão, eleito o melhor do mundo em quatro ocasiões e atualmente no grupo paulista, atraía todos os olhares, até dois jogadores atleticanos serem avistados em um dos camarotes da Arena Minas. No dia em que foi convocado para o Superclássico das Américas, Tardelli, acompanhado de Maicosuel, foi prestigiar o astro do futsal brasileiro.

“Vim mais para ver o Falcão. Sempre que ele vem aqui, em Belo Horizonte, a gente combina de se encontrar. Felizmente coincidiu de ser um jogo em um dia que eu não viajei para jogar, e a gente vai aproveitar para se encontrar e jantar. O Falcão é um cara diferenciado no futebol. Eu sempre fico de olho nele, que sempre arruma alguma coisa diferente na quadra”, revelou o atleta ao O Tempo.

O alvoroço logo tomou conta do local e muitos se deslocaram para ver de perto o atleta alvinegro. Em seu jeito paciente de sempre, Tardelli acenava discretamente e sorria, feliz por mais uma lembrança de Dunga, após atuação em dois amistosos nos Estados Unidos.

“Foi uma realização ser convocado novamente. Estou muito feliz com o meu momento e espero aproveitar mais essa oportunidade de ser lembrado pelo Dunga para me firmar na seleção brasileira”, contou o jogador.

Sem nenhuma lesão, o atacante acabou de fora da partida contra o Goiás, em Goiânia, pelo Brasileirão, mas garante que foi apenas uma decisão do treinador para poupá-lo.

“Normal ficar de fora do jogo contra o Goiás. Levir Culpi reconheceu que eu venho de uma maratona de jogos e decidiu me poupar. Agora é descansar para chegar bem no clássico”, afirmou.  

Leia tudo sobre: diego tardellimaicosuelatleticojogofutsalfalcao