Nova York reforça segurança com ameaça do Estado Islâmico

Polícia se mobilizou na Times Square após milícia divulgar instruções para ataques a pontos turístico

iG Minas Gerais |

Ação. Presidente Barack Obama reforçou ontem que os EUA não travarão combates em solo no Iraque
Pablo Martinez Monsivais
Ação. Presidente Barack Obama reforçou ontem que os EUA não travarão combates em solo no Iraque

Washington, EUA. A polícia de Nova York reforçou nesta quarta a segurança na Times Square, um principais pontos turísticos da cidade norte-americana, após discussões em um fórum na internet, em que o grupo radical Estado Islâmico (EI) faz instruções aos “lobos solitários” para promover atentados em locais turísticos do país. Apesar da precaução, a polícia afirma que não há informações que apontem para qualquer plano terrorista contra Nova York.  

Os chamados “lobos solitários” são pessoas que têm afinidade com as ideias de milícias islâmicas, mas não têm ligação direta com elas e agem isoladamente.

No comunicado na internet, o EI indica o uso de velas, água sanitária, açúcar e fósforos para construir bombas. A postagem já havia sido divulgada há três semanas e foi publicada novamente. A convocação ressalta a urgência de começar a agir contra os Estados Unidos.

Batizado de “para os lobos solitários na América: como construir uma bomba em sua cozinha e transformar locais turísticos em cenas de terror”, o texto também pede ataques em pontos do Texas, em Las Vegas e em estações de metrôs de áreas metropolitanas de todo o país.

O chefe da polícia de Nova York, Bill Bratton, afirmou estar preocupado com a situação, já que essa “é a primeira vez que o EI usa esse canal de comunicação para inspirar ataques” no estilo do atentado da Maratona de Boston, em 2013.

Provocação. Em um novo vídeo, o EI ameaçou atacar a Casa Branca e as tropas dos EUA. A produção que seria uma resposta ao plano do presidente Barack Obama de “destruir” o grupo extremista.

No estilo de um trailer de Hollywood, o vídeo é intitulado de “Chamas da Guerra, a Luta Apenas Começou”. As imagens mostram um homem mascarado, aparentemente prestes a atirar em prisioneiros ajoelhados. No fim da gravação, há imagens tremidas da Casa Branca filmadas a partir de um veículo em movimento, sugerindo que o local é alvo de ataque.

As únicas palavras na gravação de 52 segundos são as do presidente prometendo que “as tropas americanas não voltarão a lutar no Iraque”. O vídeo foi divulgado pelo Centro de Mídia al-Hayat, braço de propaganda do EI em língua inglesa.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave