Proposta de consórcio para Contorno de BH é homologada

A empresa lembra que o projeto contempla a implantação, ampliação e operação de 66 quilômetros de rodovia, com investimentos em obras e desapropriações

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O Consórcio Rota Metropolitana Norte, composto pela Odebrecht TransPort (60%), EcoRodovias (20%) e Barbosa Mello Participações e Investimentos (20%) teve sua proposta da licitação para concessão patrocinada para exploração do Contorno Metropolitano Norte da Região Metropolitana de Belo Horizonte homologada e adjudicada pela Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas do Estado de Minas Gerais (Setop), informou a EcoRodovias Infraestrutura e Logística nesta quarta-feira, 17.

A empresa lembra que o projeto contempla a implantação, ampliação e operação de 66 quilômetros de rodovia, com investimentos em obras e desapropriações. O consórcio ofertou uma contraprestação mensal de R$ 20,728 milhões a ser paga pelo poder concedente à concessionária.

O valor ofertado ficou 0,11% abaixo do valor máximo previsto no edital, de R$ 20,750 milhões. Além da contraprestação, a concessionária também será remunerada pela receita tarifária.

O consórcio Rota Metropolitana Norte foi o único a apresentar proposta pela concessão. Com uma extensão de 66 quilômetros, a rodovia vai ligar a BR-381, na saída para Vitória, à mesma rodovia, na saída para São Paulo, cruzando com a BR-040, na saída para Brasília, e rodovias estaduais como a MG-010, MG-020, MG-404 e MG-806. Serão interligados os municípios de Sabará, Santa Luzia, Vespasiano, São José da Lapa, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, Contagem e Betim, conectando os principais polos econômicos estaduais e nacionais com a região metropolitana de Belo Horizonte.

A duração da concessão será de 30 anos, incluindo implantação e operação da rodovia. Estão previstos investimentos da ordem de R$ 4 bilhões para obras e desapropriações, sendo R$ 3,2 bilhões por meio do parceiro privado e R$ 800 milhões do governo estadual. A previsão é que as obras durem quatro anos.

Em fato relevante, a EcoRodovias destacou que a assinatura do contrato de concessão deverá ocorrer em até 60 dias, mediante apresentação do Plano de Negócios, dentre outros documentos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave