Dois homens são presos suspeitos de pedofilia

Um dos acusados é pai de uma das três garotas, vítimas de atos libidinosos

iG Minas Gerais | Evandro Teles |

Suspeitos foram autuados em flagrante na Delegacia de Plantão de Betim
João Lêus
Suspeitos foram autuados em flagrante na Delegacia de Plantão de Betim

Dois homens, de 77 e 48 anos, foram presos anteontem suspeitos de cometer atos de pedofilia contra três menores, de 11 e 12 anos, em Betim, na região metropolitana.

Segundo a Polícia Militar (PM), o caso foi denunciado pela direção da escola em que as garotas estudam, no bairro Brasileia. De acordo com os militares, as meninas relataram à direção que anteontem elas foram para a casa de uma das menores, quando aconteceram os atos.

“Segundo uma das garotas, um dos suspeitos lhe ofereceu R$ 60 para colocar crédito no celular, mas, em troca, pediu para que elas mostrassem os seios e deixassem os homens passarem as mãos nelas”, informou a polícia. “As menores relataram que um dos homens aliciava duas delas, e a terceira era aliciada pelo outro suspeito, que, inclusive, é pai de uma das meninas”, completou a PM.

Ainda de acordo com a ocorrência, em um dos telefones celulares apreendidos há fotografias de nudez e mensagens entre os acusados e as vítimas.

Com uma das meninas foram encontrados R$ 60, que, segundo elas, era o dinheiro dado por um dos homens. M. A. e F. S. foram levados para a Delegacia de Plantão, onde foram ouvidos e negaram as acusações. No entanto, eles foram autuados em flagrante.

“A filha de um dos acusados confirmou a história de que ele pediu para ver os seios de uma de suas amigas. E no celular de um deles há o registro da troca de mensagens”, disse o delegado Tito Barichello, enfatizando que a pena para um dos suspeitos pode chegar a quatro anos de prisão.

As menores também foram ouvidas e liberadas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave