'Nem que a vaca tussa' governo mexe no 13º e férias, diz Dilma

Candidata do PT participa de encontro com empresários em Campinas

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Questionada por um empresário se pode mudar as leis trabalhistas no país, a presidente Dilma Rousseff (PT), que disputa a reeleição, afirmou na manhã desta quarta-feira (17) que 13º salário, férias e horas extras não serão alterados na legislação trabalhista "nem que a vaca tussa".

Após a pergunta, a petista disse em Campinas (a 93 km de São Paulo) que a legislação trabalhista muda no país se houver mudança nas relações trabalhistas. E completou: "Agora, 13º, férias e horas extras, [não serão alterados] nem que a vaca tussa, me desculpe a expressão".

A presidente participa no interior paulista de um encontro com empresários na ACI (Associação Comercial e Industrial) de Campinas.

A visita de Dilma ocorre um dia depois da divulgação de nova pesquisa Ibope, na qual ela e a candidata do PSB Marina Silva oscilaram negativamente em relação ao levantamento anterior: a petista de 39% para 36% e a ex-senadora, de 31% para 30%.

O tucano Aécio Neves ganhou quatro pontos, passando de 15% para 19% das intenções de voto, de acordo com o Ibope.

FOLHAPRESS

Leia tudo sobre: dilmaeleições