Estado Islâmico divulga vídeo em resposta à ofensiva de Obama

As imagens mostram tropas e tanques americanos sendo atacados e explodindo, em uma simulação do que aconteceria caso os soldados fossem lutar no Iraque

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O filme de 52 segundos foi feito pelo Al Hayat Media Centre, responsável pelas produções do EI
Reprodução/Youtube
O filme de 52 segundos foi feito pelo Al Hayat Media Centre, responsável pelas produções do EI

O Estado Islâmico divulgou um vídeo em aparente resposta à ameaça do presidente americano, Barack Obama, de destruir a facção, que age na Síria e no Iraque.

O vídeo foi lançado nesta terça-feira (16), após o chefe do Estado Maior das Forças Armadas americanas, general Martin Dempsey, ter admitido que não está descartado o envio de militares dos EUA para lutar ao lado dos iraquianos contra o EI.

As imagens mostram tropas e tanques americanos sendo atacados e explodindo, em uma simulação do que aconteceria caso os soldados fossem lutar no Iraque.

O filme de 52 segundos foi feito pelo Al Hayat Media Centre, responsável pelas produções do EI. Montado como um trailer, o vídeo traz ao final o título "Chamas da Guerra - A luta apenas começou".

O trailer traz ainda um trecho de um discurso de Obama, no qual diz que as tropas americanas não voltarão a lutar no Iraque. Aparece em seguida a imagem da Casa Branca, filmada em um carro em movimento.

O EI já produziu outros vídeos, como o da decapitação de reféns e também propaganda para recrutar ocidentais.

Bombardeios

Os EUA lideram a formação de uma coalizão de países contra o Estado Islâmico e já bombardeiam o grupo no Iraque.

Obama não descarta bombardeios na Síria, mas disse que não haverá tropas americanas em solo.

Desde junho, quando o EI ampliou sua área de domínio para o Iraque, os EUA já enviaram 1.600 militares ao país.

Foram 167 bombardeios americanos no país desde 8 de agosto. As operações são coordenadas com as tropas iraquianas e curdas.

Veja o vídeo: