Com técnico sob risco de sair, Botafogo pega o Bahia

O time carioca vem de três derrotas seguidas no Brasileirão e mais um resultado negativo pode complicar a situação do técnico Vagner Mancini

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Vágner Mancini, em seus primeiros atos como treinador, tenta encontrar melhor esquema para o Fogão
Vitor Silva / SSPress
Vágner Mancini, em seus primeiros atos como treinador, tenta encontrar melhor esquema para o Fogão

O Botafogo estará diante de um dilema nesta quarta-feira, no estádio do Maracanã, no Rio. Ou vence o Bahia, em jogo que começa às 22 horas, pela 22.ª rodada, e se distancia um pouco da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro ou deve ter outro técnico na rodada do fim de semana. O time vem de três derrotas na competição e Vagner Mancini dificilmente resistiria à pressão no caso de um novo revés.

Ele se diz tranquilo e convicto de que faz o melhor possível pelo clube. Não é a opinião de muitos torcedores e vários conselheiros do Botafogo. Já na semana passada houve um movimento na sede alvinegra a favor de sua demissão. Para se manter no cargo, a vitória contra o Bahia é fundamental.

Vagner Mancini teve nesta terça boas notícias para montar o time. Como tem sofrido com uma penca de desfalques nas últimas rodadas, soube que deverá contar com cinco dos ausentes nos jogos anteriores. O atacante Emerson, recuperado de uma amidalite, seria o principal reforço. A escalação dele depende de uma nova avaliação que vai ser feita nesta quarta. Mas os médicos do Botafogo estão otimistas.

No meio, Airton volta após cumprir suspensão, enquanto que o lateral-esquerdo Junior Cesar, que passou por problemas particulares, é outro à disposição de Vagner Mancini. O técnico também pode optar por Bolatti, que ficou fora do jogo contra o Internacional (derrota por 2 a 0, no último domingo) por causa de uma cláusula contratual que o impedia de atuar - ele está emprestado pelo clube gaúcho.

Leia tudo sobre: vagner mancinibotafogobahiacampeonato brasileiro