Pirataria e contrabando de 13 setores tiram R$ 30 bi da indústria

Isso equivale ao que seria a 17ª maior indústria do país em vendas líquidas

iG Minas Gerais |

Comércio de CDs e DVDs piratas é bastante comum
PM/Divulgação
Comércio de CDs e DVDs piratas é bastante comum

Brasília. A indústria brasileira deixou de vender pelo menos R$ 30 bilhões em 2013 devido ao comércio de produtos piratas e de contrabando, segundo levantamento divulgado ontem pelo Fórum Nacional contra a Pirataria e a Ilegalidade (FNCP). Como o estudo abrange apenas 13 setores, é bastante provável que os valores sejam ainda maiores. A cada ano, R$ 20 bilhões em produtos contrabandeados entram no Brasil, vindos só do Paraguai. Isso equivale ao que seria a 17ª maior indústria do país em vendas líquidas. “É um dinheiro que não resulta em imposto”, disse o presidente do FNCP, Edson Luiz Vismona.

Ganhos altos O que o mercado ilegal movimenta, por setor: Cigarros: R$ 4,88 bi Perfumes e produtos de beleza: R$ 4,69 bi Óculos: R$ 8 bi Ligações piratas de TV por assinatura: R$ 1,8 bi

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave