Nasa voltará a lançar voos tripulados ao espaço e deve enviar equipe a Marte

Empresas que investiram nas naves poderão explorar turismo espacial

iG Minas Gerais | Da redação |

Astronautas norte-americanos vão voltar a viajar pelo espaço. A garantia é da Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) que, em anúncio feito ontem, vai usar naves da Boeing e da SpaceX para acabar com a dependência da Rússia para o lançamento de viagens tripuladas ao espaço.

Segundo o projeto, cada empresa desenvolveu uma nave para viagens espaciais tripuladas. A CST-100, da Boeing, e a Crew Dragon, da SpaceX, vão fazer de duas a seis missões, com equipes de quatro astronautas, além realizarem transporte de carga e experiências científicas.

A primeira viagem para a Estação Espacial Internacional (EEI) está marcada para 2017. O anúncio foi feito em uma conferência no Kennedy Space Center, no Cabo Canaveral, de onde costumavam partir as aeronaves norte-americanas.

A Nasa perdeu a capacidade de enviar astronautas para o espaço com o final do programa de vaivéns. Desde a última viagem do Atlantis, em 2011, que os astronautas norte-americanos usam as naves russas Soyuz para chegar à EEI.

“Estamos muito animado para ver os nossos parceiros da indústria fecharem voos operacionais para a Estação Espacial Internacional, uma indústria extraordinária, em projeto da Nasa que começou há apenas quatro anos”, disse Kathy Lueders, gerente do Programa de Tripulação Comercial da Nasa.

As empresas vão possuir e operar os sistemas de transporte da tripulação, além de serem capazes de vender serviços de turismo espacial para outros clientes além de Nasa.

Outras pretensões. Com o financiamento das aeronaves – um investimento de cerca de US$ 6,8 bilhões de dólares somadas às contribuições das duas empresas – a Nasa também anunciou que vai se concentrar em uma missão para enviar seres humanos a Marte.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave