Em parecer ao TSE, Janot diz que Maluf deve seguir inelegível

No início do mês o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo já havia negado o registro de candidatura a Maluf, que tenta a reeleição

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O procurador-geral Eleitoral, Rodrigo Janot, enviou nesta terça-feira (16) um parecer ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pedindo que a corte mantenha o deputado Paulo Maluf (PP-SP) inelegível com base na Lei da Ficha Limpa.

No início do mês o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo já havia negado o registro de candidatura a Maluf, que tenta a reeleição, por entender que a condenação do político no caso de superfaturamento na construção do túnel Ayrton Senna, quando ele era prefeito da capital paulista, o enquadra no artigo da Ficha Limpa que trata da inelegibilidade por improbidade administrativa.

Com o registro negado, Maluf recorreu ao TSE, que deve analisar seu caso na quinta-feira (18) ou na próxima terça-feira (23).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave