Ucrânia aprova status especial para áreas ocupadas por separatistas

A lei, que oferece três anos de autonomia para essas áreas após as eleições previstas para 7 de dezembro, foi aprovada numa sessão fechada, de acordo com mensagem divulgada no Twitter pelo parlamentar Andriy Shevchenko

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O Parlamento da Ucrânia aprovou nesta terça-feira (16) uma lei que oferece status especial a áreas ocupadas por separatistas pró-Moscou na região leste, segundo um parlamentar, numa polêmica decisão que tem como objetivo consolidar um acordo de paz e garantir a integridade territorial do país.

A lei, que oferece três anos de autonomia para essas áreas após as eleições previstas para 7 de dezembro, foi aprovada numa sessão fechada, de acordo com mensagem divulgada no Twitter pelo parlamentar Andriy Shevchenko. O Parlamento também aprovou uma legislação que garante ampla anistia para os separatistas, afirmou ele.

As propostas são parte de um pacto de paz preliminar assinado entre o governo da Ucrânia e separatistas no último dia 5, com apoio da Rússia e Europa. Os rebeldes, porém, dizem que só aceitam a independência plena de Kiev.