Morador opta por veículos particulares

Esse resultado mostra que a capital está na contramão da meta estipulada pela BHTrans, de chegar em 2030 com 70% de participação do transporte público nas viagens motorizadas feitas na cidade

iG Minas Gerais | bernardo Miranda |

Levando em conta somente as viagens de modo motorizado, pela primeira vez a participação do transporte particular ultrapassou o transporte coletivo. Em 2012, 56,3% das viagens eram feitas em carros ou motos, contra 36,4% em ônibus ou metrô. Há dez anos, essa proporção era praticamente inversa: 61,9% dos deslocamentos eram em transporte coletivo, e 36,4%, em transporte individual.  

Esse resultado mostra que a capital está na contramão da meta estipulada pela BHTrans, de chegar em 2030 com 70% de participação do transporte público nas viagens motorizadas feitas na cidade. “Se por um lado vamos ter que reverter uma tendência, por outro, se o número de carros começar a crescer, os congestionamentos aumentam e a própria população vai perceber a importância de migrar para o transporte público”, prevê Marcelo Cintra, coordenador de políticas sustentáveis da BHTrans.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave