Instrumental e moderna: a guitarra de Matheus Barbosa

Com apenas 23 anos, guitarrista lança seu primeiro disco e tenta comprovar a expectativa ao seu redor

iG Minas Gerais | gustavo rocha |


Disco conta com participação de Toninho Horta em uma das faixas
Marcus Castro / Divulgacao
Disco conta com participação de Toninho Horta em uma das faixas

Matheus Barbosa se embaralha com as palavras e não sabe muito bem o que falar sobre o próprio trabalho. Talvez sejam os seus 23 anos. Mas se ele se enrola com as palavras, com a guitarra o papo é outro. Barbosa ganhou o respeito de figurões como Toninho Horta, Neném e Chico Amaral – que influenciaram a sua formação – e apresenta nesta quarta, no Quarta Instrumental, seu primeiro disco de composições próprias, no Sesc Palladium.

“Esse disco é um resumo de tudo que eu venho pesquisando nos últimos tempos, com meus parceiros. Considero que seja também uma evolução do nosso trabalho, uma síntese”, comenta ele. Embora, todas as composições do disco que leva o nome do artista, sejam de sua própria lavra, ele ressalta a parceira com os músicos que o acompanharam nas gravações de estúdio e que estarão no palco com ele nesta quarta. “Ninguém faz nada sozinho. Esses músicos se entregam de verdade”, garante. A banda do show é formada por Marcus Abjaud no piano, Enéias Xavier, no baixo, Felipe Continentino, na bateria e Breno Mendonça, no saxofone.

Apesar de tocar música instrumental e autoral, o músico crê que, mesmo com sua pouca idade, já haja uma espécie de público cativo de seu trabalho. Também acredita que o disco tenha uma característica mais “palatável”. “Esse disco tem essa vertente mais moderna, mais fácil de se ouvir, acho que se aproxima até, em alguns momentos, da música mais popular. A gente precisa acreditar na música que faz e na cena onde estamos inseridos”, pontua Barbosa.

Natural de Ipatinga, o guitarrista se mudou para Belo Horizonte para os estudos do segundo grau. Ele lançou seu disco em sua cidade natal, em julho desse ano, e já tem previsto um circuito de shows para divulgar esse novo trabalho.

Barbosa pode ser considerado uma pessoa eclética: se dedica à aulas de guitarra e construiu uma carreira paralela na música gospel. A única música cantada de seu primeiro disco, que tem nove faixas, conta justamente com a participação de João Alexandre, cantor do gênero.

Agenda

O quê. Quarta Instrumental com Matheus Barbosa

Quando. Nesta quarta, às 19h30

Onde. Teatro de Bolso Júlio Mackenzie do Sesc Palladium (avenida Augusto de Lima, 420, centro)

Quanto. 1kg de alimento não perecível ou R$ 10

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave