Santos deve renovar com Gabriel ainda nesta semana

Jovem promessa do Peixe vai assinar novo contrato de cinco anos e com aumento de quase 300% no salário

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Garoto voltou a se destacar, anotando o primeiro gol do Peixe
Santos/Divulgação
Garoto voltou a se destacar, anotando o primeiro gol do Peixe

Falta pouco para Gabriel rescindir o contrato atual, que termina em 24 de setembro de 2015, e assinar um novo vínculo com o Santos, agora com cinco anos de duração e quase 300% de aumento, entre salário e luvas parceladas, sem contar bônus por convocações para a seleção brasileira principal, conquistas de títulos e artilharia, entre outras metas. Na última reunião dos dirigentes santistas com os pais e o empresário do jogador, Wagner Ribeiro, na quarta-feira da semana passada, as duas partes cederam um pouco e agora o acordo depende apenas da aprovação dos valores pelo Comitê de Gestão do clube, o que deve acontecer nesta quinta.

"Está quase no fim essa novela, que vem se arrastando há tempo. Na última reunião avançamos bem e até o fim de semana a renovação deve sair. O contrato vai ter cinco anos mesmo e a multa contratual será mantida em 50 milhões de euros (cerca de R$ 151 milhões) para clubes do exterior", disse Wagner Ribeiro, em entrevista nesta segunda-feira.

O empresário administra a carreira de Gabriel desde o ano passado e prevê futuro de sucesso para o garoto de apenas 18 anos. "É um jogador diferenciado, com cheiro de gol e que, em alguns aspectos, é parecido com o Adriano no começo da carreira no Flamengo. Quando a bola cai no pé esquerdo dele na área, o chute sai forte e dificilmente deixa de ser gol", avaliou Wagner Ribeiro.

O Santos tem pressa em garantir a permanência de Gabriel com um contrato maior, em razão dos rumores de que o garoto teria balançado diante da proposta de um clube brasileiro para ganhar R$ 350 mil por mês e, assim, poderia repetir o que fez Neilton, que protelou as negociações para a renovação até ficar livre e sair de graça para o Cruzeiro.

Em maio, o clube deu aumento espontâneo para Gabriel, que ganhava R$ 30 mil e passou para R$ 60 mil. E também começou a trabalhar para amarrar o atacante por um período mais longo, mas as exigências dos representantes dele eram consideradas altas demais: R$ 300 mil de salário e luvas de R$ 2 milhões. Depois de inúmeras reuniões, as duas partes cederam e o acerto agora está perto de ser fechado.

Gabriel é o artilheiro do Santos no Campeonato Brasileiro, com cinco gols, e já deu assistência para outros cinco. Desde que subiu para o time profissional, em maio do ano passado, ele marcou 18 gols em 53 jogos disputados.

TIME - Recuperado da lesão de grau um na coxa direita, sofrida quando defendia a seleção chilena, o lateral-esquerdo Mena participou do treino técnico com os reservas, na tarde desta segunda-feira, no CT Rei Pelé, e deve voltar ao Santos contra o Grêmio, na quinta, em Porto Alegre. Já o atacante Thiago Ribeiro com dores lombares, apenas fez tratamento médico e pode continuar fora.

Leia tudo sobre: santospeixegabrielrenovaçãocontratosalariofutebol