Renato pede para Palmeiras se unir contra a queda

Clube paulista é o 16º colocado, com 21 pontos. Também é o que mais perdeu em toda a competição, com 12 tropeços no Brasileirão

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Revelado pelas categorias de base do time, volante revela desconforto com a situação vivida pelo clube
Reprodução Facebook
Revelado pelas categorias de base do time, volante revela desconforto com a situação vivida pelo clube

Mais uma vez o Palmeiras termina uma rodada sob clima tenso pela proximidade da zona de rebaixamento do Brasileirão e à procura de respostas sobre o que deve melhorar para reagir na tabela. Assim como na última semana, a equipe tem a mesma pontuação do Criciúma, que abre a zona de descenso. 

Para o volante Renato, o time deve manter a união e ter a autoconfiança para buscar reverter o mau momento. "A gente tem que manter a união e o foco. Temos uma excelente equipe, com grandes jogadores que estão dispostos a sair da situação, com vontade de se ajudar. Precisamos ter cabeça boa e pensamentos positivos", afirmou. O Palmeiras atualmente é o 16º colocado, com 21 pontos, e é o time que mais perdeu na competição, com 12 derrotas em 21 rodadas. Renato foi revelado nas categorias de base do clube, mas descartou se sentir mais pressionado pelo momento por ter um longo vínculo com o time. Apesar disso, ele contou que mesmo nas horas de folga se sente em débito com a torcida. "É difícil chegar em casa e se desligar dos problemas, dos jogos e do que poderíamos ter feito para ganhar", disse. "O futebol é questão de confiança. Se vencermos uma ou duas partidas, sei que tudo vai mudar", completou. Para ajudar o time, Renato se colocou à disposição, inclusive, para jogar em outras funções. No último sábado, por exemplo, atuou como lateral-direito na derrota para o Fluminense, na vaga de Weldinho. Para o próximo jogo da equipe, quarta-feira, contra o Flamengo, o técnico Dorival Júnior ainda não definiu como o time será escalado.

Leia tudo sobre: RenatoPalmeirasfutebolrebaixamentovolanteunião