Miniatura da pista de canoagem slalom é testada na República Tcheca

Estrutura integrará o Parque Radical de Deodoro e segue modelo adotado nos Jogos Olímpicos de Londres 2012

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Réplica montada para a realização dos testes na Universidade Técnica Tcheca, em Praga
Whitewater Parks International
Réplica montada para a realização dos testes na Universidade Técnica Tcheca, em Praga

A pouco menos de dois anos para o início dos Jogos Olímpicos Rio 2016, vários testes estão sendo feitos nas estruturas que receberão as competições. Mas um deles foi realizado bem longe da Cidade Maravilhosa. Na República Tcheca, um laboratório da Universidade Técnica, em Praga, testou uma miniatura do Estádio Olímpico de canoagem slalom, que integrará o Parque Radical de Deodoro. 

O modelo foi criado pelos norte-americanos John Felton e Bob Campbell, que também projetaram a pista para as Olimpíadas de Londres, em 2012. A réplica tem 1/13 do tamanho real. No fim, o resultado obtido foi satisfatório. Pela primeira vez, os obstáculos foram ligados magneticamente às placas de base do modelo. Com isso, a equipe de pesquisa, liderada pelos campeões mundiais aposentados da República Tcheca Jaroslav Pollert e Jaroslav Pollert Jr., permitindo adaptações na estrutura que será montada. 

“Tentamos sempre evoluir em relação à versão anterior. A pista de Londres foi a melhor fizemos até aquele momento, mas agora conseguimos estreitar os canais e diminuir o peso da estrutura sem perda de desempenho, o que ajudará a reduzir os custos. Também fizemos ajustes que ajudarão na viabilidade comercial para o operador do legado. Seria ótimo tornar o legado real para o Rio”, destacou Campbell, que também comentou as semelhanças da pista com o projeto adotado para a última edição dos Jogos Olímpicos. 

Chefe da competição esportiva da canoagem no Comitê Rio 2016, Sebastián Cuattrin apontou a importância do teste para a adequação da estrutura.

“Os testes feitos na República Tcheca são muito importantes, pois é através deste modelo que a Federação Internacional poderá confirmar que as especificações técnicas estão sendo atendidas. O comportamento da água em relação aos obstáculos está sendo testado. Isso é crucial”, afirma.

O Estádio Olímpico de Canoagem Slalom começou a ser construído em agosto e terá 280m de corredeiras artificiais e toda água será extraída de um lago de 25.000m³ localizado próximo à pista. A conclusão das instalações está prevista para fevereiro de 2016, com um evento-teste sendo realizado em novembro de 2015.