Coordenador defende investimentos em infraestrutura

Maurício Rands disse que Brasil pode crescer a uma taxa de 4%

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O coordenador de programa de governo da equipe de Marina Silva (PSB), candidata à Presidência, Maurício Rands, disse nesta segunda-feira que o programa da candidata "sabe que é possível colocar o Brasil para crescer (a uma taxa de) 4%". Em discurso na Câmara Americana de Comércio (Amcham), Rands afirmou que esse crescimento econômico será possível a partir de investimentos em infraestrutura, com melhoria do ambiente para realização de investimentos.

Rands reclamou da postura da presidente Dilma Rousseff de criticar a proposta de Marina pela autonomia formal do Banco Central. Segundo ele, a presidente e seu governo defendem essa autonomia em ambientes fechados, em eventos com o setor privado, mas passam outra mensagem ao eleitorado no programa de televisão ao estilo "Regina Duarte" - referência à campanha feita pelo PSDB em 2002 contra o então candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, que ficou conhecida como "campanha do medo". "Não defendemos nossas propostas de forma envergonhada, temos um discurso só, defendido plenamente, à luz do dia, sem hesitações" afirmou.

O coordenador de programa repetiu que o eventual governo de Marina pretende implementar uma cultura de métricas e resultados por meio da parceria com o setor privado, que pode ser feita por concessões tradicionais e por Parcerias Público-Privadas (PPPs). "Podemos estar no limiar de um salto de competitividade e de qualidade", disse, ao defender a busca por "inovação como obsessão".

AGÊNCIA ESTADO

Leia tudo sobre: marina silvaeleiçõesinfraestrutura