Após gol, Fábio põe 'duelo' com Ceni de lado: 'Não tenho essa vaidade'

Questionado sobre novo gol sofrido para o arqueiro tricolor, celeste afirmou que sua preocupação é sempre defender o time mineiro, independentemente do rival

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Goleiro diz não gostar de polêmicas e reclamou da forma como algumas pessoas avaliaram o gol sofrido no Maracanã
GUALTER NAVES/LIGHT PRESS/TEXTUAL
Goleiro diz não gostar de polêmicas e reclamou da forma como algumas pessoas avaliaram o gol sofrido no Maracanã

Após sofrer mais um gol de Rogério Ceni, na derrota por 2 a 0 para o São Paulo, nesse domingo, o goleiro do Cruzeiro Fábio minimizou o fato e deixou claro que o seu foco é sempre o de evitar os gols dos adversários, independentemente de quem esteja do outro lado do campo. Experiente, o arqueiro celeste evitou polemizar e afirmou que não se preocupou com o gol sofrido, reconhecendo que o mais importante era a vitória da Raposa. "Toda vez que vou jogar contra o São Paulo vem essa historinha. Não tenho essa vaidade, não. Se eu tivesse tomado oito, dez gols do Rogério e o Cruzeiro vencido, isso que é o importante. Minha vaidade foi jogada para escanteio quando aceitei Jesus e ele que me justifica. Quem faz o gol, quem não faz, eu continuo sempre trabalhando para evitar os gols. Pênalti, mérito para ele que bate bem", disse Fábio. O gol de pênalti marcado por Ceni no celeste, que abriu o placar do jogo, foi o sétimo do tricolor no confronto entre os goleiros.  Os números, no entanto, não parecem incomodar o confiante goleiro da Raposa. “(Foi um) Jogo difícil, demos duas bobeiras e o São Paulo soube aproveitar. Uma equipe de qualidade, jogando em casa. A gente tem a vantagem ainda, é um resultado que pode acontecer. Poderia acontecer de a gente sair com a vitória também", concluiu.

Leia tudo sobre: fabiopolemicaladocruzeirosao pauloimportantedefendertimerogerio ceni