Curta Circuito apresenta filmes brasileiros clássicos nada óbvios

Mostra exibe obras pouco conhecidas do público, de Robertos Santos e Pedro Rovai

iG Minas Gerais | Deborah Couto |

Cena do filme “O Grande Momento” (1957), de Roberto Santos
curta circuito/acervo
Cena do filme “O Grande Momento” (1957), de Roberto Santos

Comemorando seus 13 anos, a mostra de cinema permanente Curta Circuito exibe a partir desta segunda no Cine Humberto Mauro a série Clássicos BR, com duas importantes produções da história da cinematografia nacional. “Não são clássicos óbvios”, afirma Daniela Fernandes, que integra a equipe de curadoria. “Há três ou quatro anos começamos a reproduzir filmes de acervo com o objetivo de fazer um resgate de obras menos acessíveis ao grande público. Então não são aqueles clássicos ‘mainstream’, como ‘Terra em Transe’, por exemplo”, diz Fernandes.

Dentro desse conceito será exibido nesta segunda “O Grande Momento” (1957, de Roberto Santos), e dia 29, “Amante Latino” (1979, de Pedro Carlos Rovai).

A primeira obra é uma das precursoras do chamado Cinema Novo. O diretor, o paulistano Roberto Santos, o fez sob grande influência do neorrealismo italiano. “O Roberto, junto com outros grandes diretores – como Nelson Pereira dos Santos, produtor do filme – foi fundamental para o cinema nacional. Nesse filme, ele retrata muito da realidade de São Paulo na época, e de sua própria realidade”, diz Daniela Fernandes. “Faz parte de um momento mais naturalista, mais realista do cinema nacional, em que o cinema estava retratando a realidade brasileira. Sobretudo essa geração carioca e paulista”, afirma Affonso Uchoa, cineasta e curador da mostra. “O Grande Momento” conta os esforços de um jovem trabalhador para conseguir dinheiro para se casar. O longa tem no elenco Gianfrancesco Guarnieri, Paulo Goulart e Lima Duarte.

Já “Amante Latino” marca a estreia de um jovem Sidney Magal no cinema. O cantor, em início de carreira, faz o papel dele mesmo tentando salvar o colégio onde estudou na infância e sua relação com um grupo de ciganos que ali reside. O cantor vem prestigiar o festival.

“É uma obra à qual poucas pessoas têm acesso e que tem algumas peculiaridades, como a divertida narrativa de Pedro Carlos Rovai e roteiro de Paulo Coelho”, afirma Uchoa. “Nesse período o cinema buscava um contato maior com o público. Também uma leveza, depois de um longo período de realismo”, completa o curador.

Agenda

O que. Mostra Clássicos BR

Quando. Nesta segunda, às 19h “O Grande Momento”; dia 29 de setembro, às 19h, “Amante Latino”

Onde. Cine Humberto Mauro, Palácio das Artes (av. Afonso Pena, 1.537, centro)

Quanto. Entrada franca

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave