Victor critica ataque do Galo e reclama de maratona de jogos

Goleiro lamentou que time não tem tido tempo necessário para trabalhar e corrigir erros para crescer no campeonato

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

ESPORTES - BELO HORIZONTE MG - BRASIL - 14.9.2014 - CAMPEONATO BRASILEIRO 2014 - ATLETICO MG x GREMIO - Partida realizada na Arena Independencia em Belo Horizonte MG.
Foto: Douglas Magno / O Tempo
ESPORTES - BELO HORIZONTE MG - BRASIL - 14.9.2014 - CAMPEONATO BRASILEIRO 2014 - ATLETICO MG x GREMIO - Partida realizada na Arena Independencia em Belo Horizonte MG. Foto: Douglas Magno / O Tempo

Depois do empate sem gols com o Grêmio, neste domingo, no Independência, o goleiro Victor engrossou o coro daqueles que reclamam da maratona de jogos no futebol brasileiro. O camisa 1 ainda criticou o ataque atleticano, que segue devendo.

Ao fim de um jogo, é consenso entre os jogadores e técnicos que os erros cometidos deverão ser foco dos treinos até o próximo compromisso. Entrentanto, Victor frisou que essas correções estão sendo feitas apenas na base do diálogo, já que não resta tempo para trabalhar. Mas, no geral, ele vê o Galo bem, apenas precisando ajustar a pontaria.

“O problema é trabalhar, não temos tempo para isso, não tem tempo de treinar, jogo domingo e quinta. No máximo, conversamos no dia-a-dia, a prioridade é a recuperação muscular, porque estamos desgastados. Mas o Atlético está jogando bem, acho que só temos que melhorar nas conclusões de jogadas”, analisou.

O goleiro ressaltou a meta do Atlético de alcançar o G-4 do Brasileirão. Atualmente, o time está com cinco pontos a menos que o quarto colocado, Corinthians. Já que não foi possível diminuir esta diferença jogando em casa, a missão agora é correr atrás do prejuízo fora.

“Visualizamos o G-4, mas para alcançar esse objetivo tem que vencer fora também”, sintetizou.

O Alvinegro volta a campo na quinta-feira, às 19h30, para enfrentar o Goiás, pela 22ª rodada. O jogo vai acontecer no estádio Serra Dourada.

Leia tudo sobre: atleticogalovictorgoleiroempate