Com risco de perder 21 pontos, América será julgado nesta segunda

Clube alviverde foi denunciado por suposta utilização irregular do lateral-esquerdo Eduardo em jogos da Série B

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Lateral-esquerdo Eduardo já atuou com o técnico Moacir Júnior no futebol paulista
AFC/DIVULGAÇÃO
Lateral-esquerdo Eduardo já atuou com o técnico Moacir Júnior no futebol paulista

A primeira comissão disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) vai julgar na tarde desta segunda-feira o América pela suposta utilização irregular do lateral-esquerdo Eduardo. O clube foi denunciado à procuradoria-geral do STJD de ter infringido os os artigos 49 do Regulamento Geral das Competições da CBF e 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) que proíbe a utilização de um mesmo atleta de atuar por três clubes diferentes em uma mesma temporada.

Eduardo vestiu a camisa do América  na vitória sobre o ABC-RN, na Arena Independência, e ficou no banco de reservas nas vitórias sobre Paraná e Oeste e na derrota diante do América-RN. O Coelho pode perder até 21 pontos e receber multa de R$ 400 mil, uma vez que o nome do atleta consta em quatro súmulas distintas apresentadas pela CBF. A punição seria referente a todas as partidas (12 pontos) e às três vitórias alviverdes (9 pontos) com presença do lateral-esquerdo, que antes de de transferir para o América defendeu o São Bernardo na Copa do Brasil e a Portuguesa na Série B.

O artigo 49 do Regulamento Geral das Competições da CBF  determina que um clube não poderá incluir em sua equipe, na mesma temporada um atleta que já tenha atuado por dois outros clubes, em quaisquer das competições coordenadas pela CBF, com exceção das copas regionais, em consonância com as determinações da FIFA sobre a matéria. Já o artigo 214 do CBJD  trata de Incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente

Para se defender da possibilidade de perder até 21 pontos, situação que faria o clube clube deixar de ser  dos um postulantes ao acesso  para se tornar um candidato ao rebaixamento, o América já tem sua defesa preparada, mas só vai apresentá-la nesta segunda-feira. Entre os argumentos de defesa estão o caso envolvendo o São Caetano, que foi denunciado pelo Paysandu no ano passado de utilizar de forma irregular o lateral  Renan Luís, mas o caso acabou arquivado, e usar o Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, que atestou a liberação do jogador para atuar pelo clube.

"A interpretação que estão fazendo do artigo 49 é simplista e estreita e não tem consonância com o regulamento da Fifa, que diz outra coisa. As pessoas não estão atentas para essa situação, e a nossa defesa está bastante consistente e confiamos que não seremos penalizados com a perda destes pontos", afirmou o advogado Paulo Lasmar, que também é integrante do Conselho de Administração do América. A pauta do julgamento do Coelho está marcada para às 17h desta segunda-feira e o clube será defendido pelo advogado Henrique Saliba.

Leia tudo sobre: americacoelhostjdjulgamentoserie beduardolateralfutebol