Com gol irregular, Flamengo bate o Corinthians no Rio

Após duas derrotas seguidas, Rubro-negro volta a vencer graças a erro de arbitragem no Maracanã

iG Minas Gerais | Agência Estado |

Com a vitória, Flamengo vai a 28 pontos e sobe para o décimo lugar da tabela do Campeonato Brasileiro
Gilvan de Souza/Flamengo
Com a vitória, Flamengo vai a 28 pontos e sobe para o décimo lugar da tabela do Campeonato Brasileiro

O Flamengo se recuperou das últimas duas derrotas no Campeonato Brasileiro, voltou a vencer no Maracanã, diante do Corinthians, e se afastou ainda mais da "confusão", como o técnico Vanderlei Luxemburgo se acostumou a chamar a zona de rebaixamento. Em jogo fraco tecnicamente, o time carioca aproveitou melhor as poucas chances que teve e foi beneficiado pelo erro da arbitragem no gol de Wallace para triunfar por 1 a 0.

O resultado levou o Flamengo a 28 pontos, subindo para o décimo lugar. Na quarta-feira, a equipe vai a São Paulo para duelar com o Palmeiras, às 22 horas, no Pacaembu. Já o Corinthians estacionou nos 36 pontos, em quarto, dez atrás do líder Cruzeiro. Ainda sonhando com o título, precisa da vitória diante da Chapecoense na quinta-feira, às 19h30, no Itaquerão.

Flamengo e Corinthians não fizeram um bom jogo neste domingo, mas o time carioca aproveitou os espaços que tinha pelo lado esquerdo para comandar as ações. Ainda assim, o gol só saiu graças a um erro da arbitragem. No lance do gol, o auxiliar não viu o impedimento de Eduardo da Silva, que ajeitou para Wallace fuzilar o gol de Cássio aos 19 minutos do segundo tempo.

 

O Jogo

O Flamengo começou em ritmo intenso e muita velocidade. Aos três minutos teve grande chance, quando Márcio Araújo tabelou com Alecsandro e bateu de esquerda, cruzado, levando muito perigo. Aos 10, Eduardo da Silva fez bem o trabalho de pivô e, novamente pelo lado esquerdo do ataque, encontrou Everton. O meia chegou batendo forte, mas sem direção.

O time da casa deixava o Corinthians ficar com a bola, apertava a marcação na defesa e escapava com muita velocidade, sempre pelo lado esquerdo. Everton era o homem mais acionado e voltou a ter bom momento aos 14 minutos, quando invadiu a área novamente com liberdade, mas mais uma vez não pegou do jeito que queria na hora da finalização. Aos 21, foi o cruzamento que saiu da esquerda e Eduardo da Silva cabeceou para boa defesa de Cássio.

O Corinthians acertou a marcação no setor e o jogo ficou mais equilibrado, morno. Se o time paulista seguia com dificuldade para criar, o Flamengo também passou a demonstrar falta de criatividade do meio para frente. Aos 34, os visitantes finalmente deram seu primeiro chute a gol, com Elias, mas Paulo Victor defendeu com tranquilidade.

O Flamengo voltou para o segundo tempo disposto a forçar o jogo novamente pelo lado esquerdo, e foi por lá que criou o primeiro bom momento, aos nove minutos. Everton recebeu mais uma vez com liberdade, cruzou e a bola passou por todo mundo. Alecsandro aproveitou o rebote e a saída errada de Cássio para tentar encobrir o goleiro corintiano, mas não pegou bem.

O Corinthians respondeu e teve sua melhor chance aos 16 minutos. Guerrero recebeu na intermediária, após boa jogada com Lodeiro, e deu enfiada perfeita para Luciano, que finalizou muito mal e jogou para fora. Foi o último lance do atacante, substituído na sequência por Romero.

Pela primeira vez, o jogo ganhava em emoção e ficava mais aberto. Aos 19, o Flamengo quase chegou em lindo chute de Márcio Araújo, que Cássio foi buscar no ângulo. No minuto seguinte, saiu o gol do time carioca. Eduardo da Silva, impedido, recebeu cruzamento na área e ajeitou para Wallace encher o pé. O auxiliar não viu e validou o lance, para delírio da torcida.

O gol melhorou o Flamengo, e Everton quase marcou o segundo em linda jogada individual, após arrancar do meio de campo, passar por Ralf e Gil, mas se afobar na hora de finalizar. Aos 30, Elton tentou de cabeça e Cássio precisou se esticar todo para espalmar.

Com mais uma interferência da arbitragem, o Flamengo teve a chance do segundo aos 37 minutos. Sandro Meira Ricci viu toque de mão de Fagner quando o lateral corintiano estava com o braço grudado ao corpo e marcou pênalti. Eduardo da Silva foi para a cobrança e tentou o canto esquerdo de Cássio, que caiu bem e foi buscar.

 

Ficha Técnica:

FLAMENGO 1 X 0 CORINTHIANS

FLAMENGO - Paulo Victor; Léo Moura, Chicão, Wallace e João Paulo; Cáceres, Canteros (Amaral), Márcio Araújo (Luiz Antonio) e Everton; Eduardo da Silva e Alecsandro (Elton). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins e Fábio Santos; Ralf (Malcom), Elias, Lodeiro (Jadson) e Renato Augusto; Luciano (Romero) e Guerrero. Técnico: Mano Menezes.

GOLS - Wallace, aos 19 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Sandro Meira Ricci (PE/Fifa).

CARTÕES AMARELOS - Márcio Araújo, Cáceres (Flamengo); Fagner (Corinthians).

RENDA - 32.400 pagantes (36.905 torcedores).

PÚBLICO - R$ 1.449.317,50.

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio (RJ).