Dirigente se exime de culpa e afirma que foi surpreendido

iG Minas Gerais |

A diretoria do Ipatinga/Betim se isenta da responsabilidade de reter os atletas. “A Justiça está impedindo os jogadores de trabalhar. Não estou impedindo ninguém de sair. É a Justiça, não é o Ipatinga”, reforça o presidente da equipe, Jaider Moreira.

Os jogadores do elenco reclamam que não sabiam do impasse quando firmaram acordo para a Série D. Moreira também se diz surpreso. “Essa decisão surgiu depois que todo mundo chegou”, alega o presidente. O time começou a ser formado no início de julho. O primeiro jogo foi disputado no dia 19.

A reportagem de O TEMPO esteve com a juíza Gilmara Delourdes Peixoto de Melo no prédio da Justiça do Trabalho de Coronel Fabriciano. A magistrada, no entanto, negou-se a conceder entrevista, alegando que seu posicionamento já consta nos autos do processo. (TN)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave