Recurso de advogado não obtém sucesso

iG Minas Gerais |

Os advogados dos atletas têm tentado o que podem para livrá-los do vínculo com o Ipatinga/Betim. Entretanto, a juíza Gilmara Delourdes Peixoto de Melo, nova titular da 4ª Vara do Trabalho de Coronel Fabriciano, tem se mostrado resistente.

Fernando Cruz, que cuida do caso do volante Nando, já tentou uma série de providências: entrou com um pedido de reconsideração do despacho, com um mandado de segurança e com uma medida correcional no Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Porém, todas sem sucesso.

“Nossa medida agora é entrar com um processo contra a União para indenizar o atleta pelo período em que ele está parado com um valor equivalente ao salário que ele receberia”, explica o advogado.

Em alguns casos, quando o atleta se vinculou ao Betim por empréstimo, seus clubes de origem têm ingressado com um pedido de liberação diretamente na CBF. Nessa situação, prova-se que não houve qualquer ônus por parte do time do Vale do Aço, como o pagamento de salários (bancado pelo clube que detém seus direitos). A Procuradoria Regional do Trabalho em Coronel Fabriciano já tem conhecimento da situação e pode tomar alguma medida nesta semana. (TN)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave