A era da Mãe do mundo: uma época verdadeiramente mais luminosa

iG Minas Gerais |

Equipe Divina Madre
undefined

Como sabemos, quando o mundo atinge um grau de obscuridade muito grande, o Universo Divino envia um Seu representante para conduzir a humanidade de volta à luz. Nos últimos dois milênios, temos sido preparados para o contato com a vida divina por meio das Aparições de Maria, a mãe de Jesus, elevada consciência que exprime o aspecto feminino da Criação. Para citar algumas, mais conhecidas: Guadalupe (México), 1531; Lourdes (França), 1858; Fátima (Portugal), 1917. Nos últimos 32 anos, Maria tem aparecido para seis videntes em Medjugorje (ex-Iugoslávia). Todas essas Aparições foram, e ainda são, de repercussão mundial. O chamado da vida divina transcende fronteiras culturais e religiosas. Na série de livros Agni Yoga (Fundação Cultural Avatar), por exemplo, Mestre Morya anunciou que estaríamos agora ingressando na Era da Mãe do Mundo, uma época mais luminosa. O capítulo 12 do Apocalipse nos traz a imagem da Senhora vestida de Sol e coroada de estrelas. Como grupo de serviço e oração, coube-nos participar diretamente desse processo desde 2007. Conforme descrito no site www.divinamadre.org, essa grande Consciência conhecida como Maria tem-nos contatado por intermédio de três videntes. Em 2011, teve início uma série de aparições públicas que ainda agora prosseguem ocorrendo. Ontem, dia 13 de setembro, ocorreu uma segunda manifestação em Betim/MG. Em maio de 2013, na Sua primeira aparição pública naquela cidade, Ela disse, por intermédio dos videntes: “Reconheçam que a Virgem Maria, a Mãe de todos os povos, é quem em Amor e Obediência está vindo ao seu encontro”. Essas instruções atuais de Maria são universais e dirigem-se a todos nós, independentemente de convicções ou crenças. Convocam nossa consciência a posicionar-se positivamente no presente momento planetário. Chamam-nos a nos doar em oração e ajuda à humanidade: “O mundo vive sem paz e será apenas com a força imperiosa de suas orações que vocês mudarão o curso dos acontecimentos. Se vocês, no amor e na devoção, unem-se a Meu Imaculado Coração, a Paz poderá se estabelecer, por mais uma vez, no coração de todos os seres.” (Mensagem de 12.06.13) Referindo-se à crítica situação planetária de hoje, Ela transmitiu: “Ainda há de reverter esta situação. Meu Coração chega à Terra, Meus amados, para recordar-lhes os Planos de Deus; para retirar seus corações da ilusão, do conflito, da competição e da falta de amor, e para dizer-lhes que o único caminho para Deus é o caminho do perdão, da unidade e do amor fraterno, capaz de superar qualquer diferença entre os seres”. (Mensagem de 26.05.13) Sobre Suas várias manifestações, Ela esclareceu: “As diferentes faces, por meio das quais Minha Consciência tem guiado este mundo, ao longo da história, são diferentes manifestações para as diferentes necessidades da humanidade nos diferentes tempos. Essas faces guardavam, cada uma delas, uma série de símbolos e mensagens para que cada um de Meus filhos encontrasse neles próprios o que necessitavam”. “(...) Devem compreender, amados filhos, que sou a mesma de Nazaré e a mesma de cada uma das manifestações; a que chega para acompanhá-los nessa síntese como a Mulher vestida de Sol; a que unirá, por meio de Seu Amor, todos os povos, todas as raças e todas as religiões”. (Mensagem de 12.04.13) Para aprofundar no tema ou para conhecer as obras do autor, acesse www.irdin.org.br ou www.comunidadefigueira.org.br.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave