Prótese de ciclista é top de linha

iG Minas Gerais |

 O ciclista David Santos Souza usa prótese biônica
Reprodução/ConforpÉs
O ciclista David Santos Souza usa prótese biônica

Com mais de 58 anos de experiência em próteses e pacientes de diversas partes do mundo, o técnico em ortopedia Nelson Nolé, afirma que a medicina biônica já é uma realidade. “Já estamos bem avançados nas pesquisas e estamos caminhando para aquela antiga imagem de filmes do homem ciborgue”, diz. Nolé conta que em testes realizados em diversos países e inclusive no Brasil, pessoas que tiveram lesão medular e ficaram paraplégicos ou tetraplégicos já estão participando de pesquisas com sucesso para restabelecer novas conexões nervosas. “O filete nervoso não tem como emendar, não é como um fio de energia. No dia em que conseguirmos fazer essa ligação nervosa vai acabar uma porção de deficiências. Estamos precisando muito disso”, avalia o proprietário da Conforpés, empresa especializada em próteses ortopédicas, em Sorocaba, localizada no interior de São Paulo. O técnico foi o responsável pela prótese do ciclista David Santos Souza, 22, que também perdeu um braço em março do ano passado, após ser atropelado na avenida Paulista, em São Paulo. “Essa (prótese) atualmente é a mais moderna. O preço é relativo, mas um braço eletrônico chega a custar mais de R$ 300 mil, porque tem mão eletrônica, punho rotativo, exige muita tecnologia”, explica. (LM)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave