Levir mantém discurso e evita lamentar desfalques contra o Grêmio

Técnico ganha a opção de escalar Dátolo, único liberado do DM; outros dez atletas ainda permanecem no estaleiro

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Técnico Levir Culpi concedeu entrevista durante o lançamento de seu livro em Belo Horizonte
Atlético/Divulgação
Técnico Levir Culpi concedeu entrevista durante o lançamento de seu livro em Belo Horizonte

O Atlético tem neste domingo um compromisso importante contra o Grêmio, concorrente direto do time alvinegro a uma vaga no G-4 do Campeonato Brasileiro. Para essa partida, válida pela 21ª rodada do Brasileirão, o técnico do Galo Levir Culpi segue administrando problemas. O comandante tem quase um time completo no departamento médico e vai quebrar a cabeça para escalar a equipe contra os gaúchos, neste domingo, às 18h30, no Independência.

Apesar dos problemas, Levir não reclama pelas ausências por lesão e considera como “oportunidade” a chance para os reservas.

“Não lamento muito a ausência. Quando se fala em 11, fico assustado. Quem está fora? Porque não me preocupo com quem está fora. Preocupo com a oportunidade de quem vai entrar”, frisou.

De tantas notícias ruins, Levir Culpi poderá comemorar o retorno do meia argentino Dátolo, que deixou o DM e jogará contra o Grêmio. Apesar disso, ainda permanecem em tratamento o goleiro Giovanni, os zagueiros Réver e Emerson; o lateral Pedro Botelho; os volantes Rafael Carioca, Pierre, Josué e Lucas Cândido; e os meias-atacantes Maicosuel e Marion.

Leia tudo sobre: atleticogalocampeonato brasileirolevir culpigremio