Arruda renuncia à candidatura e sua mulher concorre a vice no DF

Líder nas pesquisas, ex-governador do Distrito Federal vem enfrentando uma batalha jurídica, com sucessivas derrotas, desde 2010, quando saiu do governo preso e foi cassado

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Deputados não vão a almoço marcado por Paulo Otávio para tentar apoio
CELSO JUNIOR/AE - 30.11.2009
Deputados não vão a almoço marcado por Paulo Otávio para tentar apoio

Pouco menos de 48 horas antes do prazo final para a troca de candidaturas, o ex-governador José Roberto Arruda (PR), líder nas pesquisas, desistiu de concorrer ao governo do Distrito Federal. Arruda vem enfrentando uma batalha jurídica, com sucessivas derrotas, desde 2010, quando saiu do governo preso e foi cassado. Ele tentava concorrer ao governo do DF baseado numa brecha da Lei da Ficha Limpa. Diante das derrotas sofridas no STJ (Superior Tribunal de Justiça) e no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na semana passada, Arruda passou a ser pressionado para desistir da disputa. O ex-governador foi considerado ficha suja pela Justiça em razão de condenações em primeira e segunda instância por participação no esquema conhecido como "mensalão do DEM", na operação Caixa de Pandora. Apesar de ter sido preso e filmado recebendo dinheiro, Arruda liderava as pesquisas de intenção de voto no DF. Mas, com as derrotas na Justiça, corria o risco de colocar impasses na eleição e, se vencesse, poderia não assumir, mesmo tendo sido liberar a continuar fazendo sua campanha eleitoral. Pressionado por aliados, contudo, Arruda acabou desistindo de manter sua candidatura. A chapa agora será liderada por Jofran Frejat (PR), ex-secretário de saúde que era vice de Arruda. A mulher do ex-governador, Flávia Peres, que também é filiada ao PR, será a vice de Frejat.

Na manhã deste sábado (13), Arruda se reuniu com o ex-governador Joaquim Roriz, antigo desafeto que se uniu a ele para tentar desbancar o petista Agnelo Queiroz, que concorre à reeleição. Nessa reunião, o rorizista Gim Argello (PTB) pressionou para ser o candidato, mas não conseguiu. Gim é senador e concorre à reeleição, mas segundo a última pesquisa Datafolha está em terceiro lugar. O prazo para Arruda desistir e trocar a chapa venceria nesta segunda-feira (15). Arruda fará um pronunciamento na tarde deste sábado (13) para oficializar sua decisão de desistir da disputa. Folha Press

Leia tudo sobre: José Roberto ArrudagovernoDistrito FederalDFrenunciacandidaturapresocassadoficha suja