"A marca do PT é de uma denúncia por semana", diz Aécio

Candidato discursa para a juventude e segue em carreata até o centro de Belo Horizonte

iG Minas Gerais | LARISSA ARANTES E DANIEL POLCARO |

Aécio esteve ao lado do candidato ao governo de Minas, Pimenta da Veiga, e do candidato a senador, Antonio Anastasia
Victor Schwaner / Nitro
Aécio esteve ao lado do candidato ao governo de Minas, Pimenta da Veiga, e do candidato a senador, Antonio Anastasia

Em coletiva no início da campanha deste sábado, 13, em Belo Horizonte, o candidato do PSDB à presidência, Aécio Neves, voltou a atacar o Partido do Trabalhadores (PT) após novas denúncias de corrupção na Petrobras. Matéria na edição da revista VEJA que começa a circular diz que a legenda estaria pagando chantagistas para se defender das acusações de Paulo Roberto Costa, ex-diretor da estatal.

"A marca do PT é de uma denúncia por semana. A presidente Dilma perdeu as condições de governabilidade e a candidata Marina não adquiriu essas condições", afirmou na Praça do Papa, no bairro Mangabeiras, onde discursa e assina Pacto pela Juventude e Igualdade Racial.

Os candidatos a governador e vice pelo PSDB, Pimenta da Veiga e Dinis Pinheiro, e ao Senado, Antonio Anastasia, participam do evento.

Grupo segue em carreata até a Praça Sete, no centro da capital.

Leia tudo sobre: aécio nevescampanhadilma