Apenas 40% dos brasileiros têm habilidade para resolver problemas

Levantamento que mede o índice de letramento científico (ILC) do brasileiro apontou, ainda, que maior parte da população não domina a linguagem científica necessária para enfrentar situações comuns no dia-a-dia

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Uma pesquisa nacional que mede o índice de letramento científico (ILC) do brasileiro apontou que a maior parte da população não domina a linguagem científica necessária para enfrentar situações comuns no dia-a-dia, como entender o que está descrito em uma conta de luz.

Os dados do ILC mostraram que apenas 40% dos brasileiros têm a habilidade necessária para resolver problemas ou interpretar informações de natureza científica. Os resultados foram divididos em quatro níveis de letramento científico: ausente (Nível 1), elementar (Nível 2), básico (Nível 3) e proficiente (Nível 4). Segundo a pesquisa, 79% da população está nos níveis 2 e 3, enquanto 16% foi classificada no nível 1, com letramento científico ausente. A proficiência só foi alcançada por apenas 5%.

Entre os que concluíram o Ensino Superior, 11% podem ser considerados proficientes em ciências. Neste mesmo grupo, 4% foram classificados como iletrados cientificamente.

A pesquisa foi realizada pelo Instituto Abramundo, que contou com a ajuda do Grupo Ibope, a ONG Ação Educativa e o Instituto Paulo Montenegro. Participaram do estudo pessoas que têm entre 15 e 40 anos, pelo menos quatro anos de estudo, e que vivem nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Fortaleza, Salvador, Curitiba e Belém, e no Distrito Federal. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave