Bombeiros encerram terceiro dia de buscas e vítima segue desaparecida

No fim da tarde, cães farejadores apontaram o local onde o corpo poderia estar, no entato, nada foi encontrado

iG Minas Gerais | Bruna Carmona |

Buscas pelo terceiro trabalhador morto continuaram nesta sexta-feira (12)
ALEX DE JESUS/O TEMPO
Buscas pelo terceiro trabalhador morto continuaram nesta sexta-feira (12)

O Corpo de Bombeiros encerrou o terceiro dia de buscas por vítimas do acidente causado pelo rompimento da barragem de rejeitos da Herculano Mineração, em Itabirito, na região Central do Estado. No fim da tarde desta sexta-feira (12), cães farejadores apontaram o local onde poderia estar Adilson Aparecido Batista, de 44 anos, no entanto, ele não foi encontrado. Os trabalhos devem ser retomados neste sábado (13), partindo da região indicada pelos cães.

A mina está interditada pelo Departamento Nacional de Produção Mineral e, até o momento, empresa responsável pela barragem ainda não se pronunciou sobre o ocorrido.

O acidente

O rompimento da barragem de rejeitos aconteceu na quarta-feira (10). O local estava desativado e recebia restos de lavagem do minério. Uma grande quantidade de rejeitos atingiu os operários e seus veículos - três caminhões, um Uno e duas retroescavadeiras. No momento do acidente, os funcionários faziam manutenção no local.

Morreram no acidente o topógrafo Reinaldo da Costa Melo, de 68 anos, e o operário Cristiano Fernandes Silva, de 32. Geraldo Moreira, de 42 anos, recebeu alto do Hospital João XXIII no mesmo dia em que ocorreu o rompimento.

Investigação

A Polícia Civil informou que a delegada que investiga o caso, Mellina Clemente, deve ouvir ex-funcionários e os dois sobreviventes do acidente na segunda-feira (15). Detalhes dos depoimentos não serão divulgados para não interferir na apuração do caso.

Leia tudo sobre: barragemrejeitositabiritovitimavitimas