Outra barragem recebe reforço para não se romper em Itabirito

A mina onde aconteceu o acidente que matou três operários está interditada; empresa continua se esquivando da imprensa e cães farejadores auxiliam na busca de corpo de trabalhador que ainda está soterrado

iG Minas Gerais | CAMILA BASTOS |

Buscas pelo terceiro trabalhador morto continuaram nesta sexta-feira (12)
ALEX DE JESUS/O TEMPO
Buscas pelo terceiro trabalhador morto continuaram nesta sexta-feira (12)

Outra barragem de rejeitos que corre o risco de desabar no empreendimento de beneficiamento de ferro da Herculano Mineração, em Itabirito, na região Central de Minas Gerais, começa a receber reforços em sua estrutura nesta sexta-feira (12). Os resíduos devem ser retirados da barragem B3, para evitar que ela se rompa, como aconteceu com a barragem B2 na última quarta-feira (10), acidente que causou a morte de três operários, sendo que o corpo de um deles continua soterrado.

A mina está interditada pela Departamento Nacional de Produção Mineral, e três cães farejadores da Polícia Civil auxiliam na busca pelo corpo do operário desaparecido.

No local, a empresa continua se esquivando da imprensa e não deixa ninguém se aproximar de nenhum representante da Herculano Mineração.

O acidente

Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu por causa do rompimento da barragem, que estava desativada e onde era depositado o resto de lavagem do minério. Uma grande quantidade de rejeitos atingiu os operários e seus veículos - três caminhões, um Uno e duas retroescavadeiras. No momento do acidente, os funcionários faziam manutenção no local.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave