Animado, Hamilton festeja luta por título após problemas

Piloto inglês diminuiu a vantagem de Nico Rosberg ao vencer o GP da Itália e destaca motivação para buscar o campeonato

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Hamilton vai apostar no mesmo motor porque acredita que o problema estava na fiação do carro
DIVULGAÇÃO/MERCEDES
Hamilton vai apostar no mesmo motor porque acredita que o problema estava na fiação do carro

A vitória no GP da Itália, no último domingo, no circuito de Monza, levou Lewis Hamilton a diminuir a vantagem para Nico Rosberg, o líder do Mundial de Pilotos, em apenas sete pontos, afinal, o alemão terminou a prova na segunda colocação. Mas o resultado parece ter importância moral para o inglês, que destacou estar na luta pelo título da temporada 2014 da Fórmula 1 mesmo tendo enfrentado dificuldades em algumas corridas.

"Obviamente, com Nico ficando em segundo lugar, não deu para diminuir muito a diferença, mas ainda há muitos pontos a serem conquistados e eu estou contente de ter dado um passo para a frente. Apesar do altos e baixos, eu ainda estou bem e verdadeiramente na caça pelo campeonato e isso me dá uma enorme motivação para as seis corridas finais, começando por Cingapura" disse.

Rosberg lidera o campeonato com 238 pontos, 22 a mais do que Hamilton, embora o inglês tenha vencido seis corridas, duas a mais do que o alemão. O problema para Hamilton, porém, é que ele teve três abandonos em 13 corridas disputadas, enquanto o alemão só deixou de concluir uma prova.

Por isso, para superar o companheiro de equipe, Hamilton sabe que não pode errar ou enfrentar problemas nas últimas seis provas da temporada, começando pelo GP de Cingapura, no dia 21 de setembro. Ele se lembrou que foi ao pódio duas vezes na prova com uma vitória em 2009 e um terceiro lugar em 2008, mas depois não teve tanto êxito.

Assim, espera melhorar o seu desempenho recente no circuito de rua de Marina Bay. "É um circuito de rua e eu adoro circuitos de rua. Eu ganhei lá em 2009, o que foi uma experiência muito especial, além de ter conseguido um pódio, que deveria ter sido uma vitória, na primeira corrida em 2008. A minha sorte não tenha sido boa neste circuito desde então, mas espero que isso mude na próxima semana", comentou.

Leia tudo sobre: formula 1hamiltontitulocarrocorridarosberg