Campanha de Dilma aceita desculpas por 'Fora Dilma e não irá à Justiça

Anúncio na capa dos jornais também foi enviado à presidente, para lamentar mensagem em exames de oftalmologia

iG Minas Gerais | Daniel Polcaro e Ricardo Corrêa |

Mensagem aparece nos exames oftalmológicos da Santa Casa há três meses
Divulgação
Mensagem aparece nos exames oftalmológicos da Santa Casa há três meses
A campanha da presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) recebeu oficialmente o pedido de desculpas da Santa Casa de Belo Horizonte e decidiu não levar o caso à Justiça, apesar de o PT mineiro ter prometido fazer isso. Há pelo menos três meses, exames de vista realizados na instituição de saúde são impressos com a expressão "Fora Dilma", como revelou o blog "Olho Neles", do jornal O TEMPO (clique aqui para ver). A Santa Casa se pronunciou alegando que o caso trata-se de sabotagem (leia aqui) e publicou, na capa do jornal e de outros veículos de comunicação, um anúncio com um pedido formal de desculpas à presidente da República (clique para ler). Para a campanha, foi suficiente. "O Comitê de Campanha de Dilma Rousseff foi notificado do pedido de desculpas e não vai tomar nenhuma medida judicial em relação ao tema", destacou a assessoria de imprensa em resposta à reportagem. Na quarta-feira (10), quando o caso foi revelado, o presidente do PT de Minas, deputado estadual Odair Cunha, se mostrou surpreso ao saber do ocorrido e prometeu judicializar a questão. "É grave, absurdo. Sem dúvida que nós iremos fazer uma representação no TRE. O uso do sistema de saúde para fazer campanha é condenável", afirmou o parlamentar.  O CASO Após revelar que exames oftalmológicos apresentavam a expressão "Fora Dilma", o Olho Neles descobriu que em vários casos, os pacientes foram atendidos pelo mesmo médico, um dos que tem acesso à máquina que imprimia os resultados. O blog de O TEMPO ainda entrou em contato com o médico que, irritado, desligou o telefone quando foi informado do assunto. Nas redes sociais, ele é um crítico ferrenho da presidente e do PT, curtindo páginas contra ela e o partido e publicando mensagens sobre seu governo. Após ser procurado pela reportagem e o caso ser divulgado, nesta sexta-feira, o especialista descurtiu as páginas contra a presidente e em apoio a Eduardo Campos, morto em acidente aéreo no último dia 13, e fechou seu perfil. A investigação da Santa Casa ainda está em andamento e, por esta razão, o jornal não divulga o nome do profissional que, apesar dos indícios, pode não ser o autor da mensagem.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave