Brasil se prepara em Saquarema antes do último corte de José Roberto

Treinador brasileiro deve optar por Carol ou Monique antes de fechar grupo que vai para o Mundial da Itália

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Treinamentos em Saquarema já estão em ritmo intenso
ALEXANDRE ARRUDA - CBV
Treinamentos em Saquarema já estão em ritmo intenso

Apesar da trajetória vitoriosa da seleção brasileira feminina de vôlei - bicampeã olímpica e decacampeã do Grand Prix -, um título ainda não veio. E ele é, justamente, o próximo desafio do time de José Roberto Guimarães: o Campeonato Mundial.

O torneio acontecerá na Itália, entre 23 de setembro e 12 de outubro. O Brasil busca o título depois de bater na trave com os vices de 1994, 2006 e 2010.

Mesmo com o status de uma das equipes favoritas, a seleção brasileira sabe das dificuldades que terá, ainda na primeira fase.

“Primeiro vamos enfrentar a Bulgária que é um time perigoso e nos venceu no ano passado. É uma equipe experiente e respeitada. Depois, jogaremos com Camarões e Canadá que são times que não conhecemos muito, mas vamos estudá-los. Ainda na sequência, a Turquia que nos deu muito trabalho no Grand Prix e por último, a partida contra a Sérvia que cresce com a volta da oposto Brakocevic”, mostra José Roberto Guimarães.

A equipe já treina forte no Centro de Treinamento de Saquarema visando aprimorar a forma física e técnica.

“Estamos completamente focadas na disputada do Campeonato Mundial. Esse convívio e o treinamento em Saquarema estão sendo muito positivos. No último Mundial, assisti a participação do Brasil pela TV e quero muito estar na Itália para ajudar o Brasil a vencer esse título inédito”, lembra a ponta Gabi.

Depois dos cortes da levantadora Ana Tiemi e da oposto Andreia, o treinador brasileiro vai escolher mais uma jogadora que não estará na lista das 14 convocadas. A central Carol e a oposto Monique disputam uma vaga.

Além dela, fazem parte do grupo as levantadoras Dani Lins e Fabíola, as opostos Sheilla e Tandara, as centrais Thaísa, Fabiana e Adenízia, as ponteiras Jaqueline, Natália, Fê Garay e Gabi e as líberos Camila Brait e Léia.