Verduras e legumes têm preços mais baixos, mas frutas encarecem em BH

Procon da ALMG alerta que consumidores devem pesquisar antes das compras, uma vez que pode haver grande variação entre os estabelecimentos comerciais

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Uma pesquisa do Proncon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) apontou uma queda nos preços de verduras e legumes em Belo Horizonte neste mês de setembro em comparação a agosto. Em contrapartida, as frutas ficaram mais caras.

Neste mês, o preço das verduras baixou -2,45%. Já o de legumes, a queda foi de -5,76%. Mesmo com o baixo preço dos legumes e verduras, o Procon registrou altas significativas nos preços da vagem (10,4%) e da cebola (8,06%). O tomate, que era considerada vilão até pouco tempo, o tomate apresentou deflação de -38,99%, o preço da batata caiu -23,46% e a couve-flor ficou 16,96% mais barata.

Entre as frutas, a melancia apresentou maior aumento, com 39,08%, seguida da laranja Bahia, com 36,42%. Já o mamão Havai teve redução de -5,2%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 8 e 9 em 38 estabelecimentos comerciais da capital mineira.

Dica

O Procon destaca que o consumidor deve ficar atento e pesquisar antes de realizar as compras. A variação de preços entre um estabelecimento e outro pode variar em 300%, casos que foram detectados nos preços do pepino, chuchu, cenoura, abobrinha e beterraba, assim como ocorreu com a alface-americana e a couve, do grupo das verduras.

A laranja serra d'água chegou a ser encontrada com uma variação ainda maior, de 404,04%.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave