Mercedes aposta em força mental de Rosberg após erro

Toto Wolff, assegurou que o alemão possui preparação psicológica adequada suficiente para esquecer os vacilos cometidos no GP da Itália

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Para Rosberg, a confiança conquistada na estreia não deve afetar o trabalho contínuo na fábrica
Reprodução/Facebook
Para Rosberg, a confiança conquistada na estreia não deve afetar o trabalho contínuo na fábrica

O chefe da equipe Mercedes, Toto Wolff, assegurou que o alemão Nico Rosberg possui força mental suficiente para esquecer os erros cometidos no GP da Itália, no último fim de semana, que lhe custaram a vitória no circuito de Monza, e seguir na luta pelo seu primeiro título do Mundial de Pilotos da Fórmula 1. "Mentalmente, ele é muito forte", disse Wolff sobre Rosberg, ao site oficial da equipe Mercedes. "Se você quer ser campeão do mundo, você tem que passar por altos e baixos. Lewis (Hamilton) teve muitos deles e voltou. Nico teve o mesmo em Silverstone e também voltou. Então, ele tem a força mental para se recuperar", completou. No GP da Itália, quando era pressionado pelo inglês Lewis Hamilton, seu companheiro na Mercedes e principal rival na luta pelo título mundial, Rosberg errou em uma freada e perdeu a liderança da prova, que não conseguiria mais recuperar. Para Wolff, o aspecto psicológico não terá influência na luta entre os seus pilotos. "Você precisa de muita força mental extremo para ir até o fim e vencer o campeonato. Eu acho que ambos têm isso neles, para se recuperar depois de um fim de semana ruim", avaliou o chefe da Mercedes. De qualquer forma, Rosberg enfrenta, neste momento, a sua primeira luta por um título mundial, enquanto Hamilton foi campeão em 2008, um ano depois de perder o título na prova final ao ficar apenas na sétima colocação no GP do Brasil. Além disso, a vitória de Hamilton em Monza significou que ele está agora 22 pontos atrás de Rosberg na classificação do Mundial de Pilotos restando seis provas para o término do campeonato. A próxima delas será no dia 21 de setembro, quando será realizado o GP de Cingapura.

Leia tudo sobre: Fórmula 1MercedesRosbergHamilton