Cruzeiro leva larga vantagem no retrospecto contra o Bahia

Equipe celeste conta com o histórico, além do fator casa e a fase avassaladora para superar adversário em crise

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Jogo terá troca de faixas entre os campeões estaduais
Washington Alves/Textual
Jogo terá troca de faixas entre os campeões estaduais

Para retomar a folga de sete pontos sobre o segundo colocado na tabela do Brasileirão, o Cruzeiro terá uma missão, que se baseada no momentos dos times e no retrospecto, será teoricamente fácil. O time celeste pega nesta noite, no Mineirão, o Bahia, lanterna do Nacional e freguês histórico da Raposa.

As duas equipes já se enfrentaram 57 vezes na história, e o Cruzeiro acumula 31 vitórias, além de 12 empates. O Bahia venceu  14 vezes, o que dá um aproveitamento de 61,40% para a Raposa, que marcou 93 gols e levou 52, saldo de 41.

Considerando os confrontos pelo Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro tem quase o triplo de vitória a mais que o Bahia: 25 contra 9, além de sete empates em um total de  41 partidas. Aproveitamento de 66,66%. O ataque celeste balançou as redes tricolores 75 vezes e foi vazada 35.

No Mineirão, a supremacia celeste é ainda maior. Foram 21 jogos, 16 triunfos, quatro empates e apenas um tropeço, justamente no último encontro entre os dois times, em 1º de dezembro do ano passado, quando a Raposa já estava com o título nacional garantido. Com desempenho 82,53% positivo, o time estrelado quer usar o fato casa como trunfo novamente.

Outro fator, ainda mais relevante para influenciar no resultado do jogo é a fase que cada time vive na temporada. O Cruzeiro lidera o campeonato desde a sexta rodada e é tido como favorito ao título, até aqui, o time mineiro acumulou 43 pontos, com 13 vitórias, quatro empates e só dois reveses, sendo que está há 11 rodadas sem perder. No Mineirão, a Raposa está invicta, oito triunfos e um empate.

Já o Bahia fez apenas 17 pontos até aqui, ganhou só três jogos e já amarga um jejum de cinco rodadas sem vencer. E os problemas não param por aí. O Tricolor baiano vai para o jogo com oito desfalques

Leia tudo sobre: cruzeiroraposabahiaretrospectoliderlanternafutebol