Pimentel consegue tirar inserções do PSDB da televisão

Nesta quarta, em sua propaganda, o PT acusou o atual governo de gastar mais com publicidade do que com saúde

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda |

A pedido da coligação do candidato ao governo de Minas, Fernando Pimentel (PT), o Tribunal Regional Eleitoral de Minas determinou que seja retirado do ar propaganda eleitoral que mostra o petista se manifestando sobre fidelidade partidária. As inserções foram veiculadas pelo PSDB e eram usadas como estratégia para prejudicar a imagem do adversário.  

Segundo a Justiça Eleitoral, não é possível saber de qual assunto se trata a propaganda, seu contexto e o que se pretende com o material. “Conclui pela ambiguidade da propaganda e por sua reprodução fora do contexto, o que gera distorção capaz de confundir o eleitor”, informou o TRE.

Nesta quarta, Pimentel não teve agenda pública, apenas gravou para o seu programa eleitoral. A equipe petista vai usar os últimos 20 dias de disputa para fazer alterações nas inserções na TV.

Segundo o presidente estadual do PT, Odair Cunha, o partido vai dar mais ênfase à comparação entre as gestões de Pimentel e Pimenta na Prefeitura de Belo Horizonte. “A campanha adversária nos chamou para isso. Vamos mostrar o candidato que vai honrar os quatro anos de seu governo, o que concluiu obras do Orçamento Participativo, coisa que nosso rival não fez”, afirma.

Nesta quarta, em sua propaganda, o PT acusou o atual governo de gastar mais com publicidade do que com saúde. “O Estado tem obrigação de gastar 12% com a saúde. Se a lei for cumprida, Minas terá R$ 750 milhões a mais por ano para investir em saúde”, disse Pimentel.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave